Noventa e oito novos advogados se tornaram membros da Ordem dos Advogados do Brasil, seção DF. Eles receberam as carteiras durante solenidade na noite dessa segunda-feira (21/6), no auditório da OAB/DF.

Na ocasião, o presidente da Ordem, Francisco Caputo, defendeu a importância do exame e disse que não há espaço para os profissionais despreparados e sem compromisso com a ética.“Fomos eleitos para resgatar o valor dos advogados na sociedade e nós faremos isso lutando pelas prerrogativas dos advogados, mas principalmente segregando e punindo aqueles profissionais que não honram seu compromisso”, afirmou.

Caputo também destacou que os novos advogados passam a integrar a mais importante seccional do país. “A nossa responsabilidade como advogado no Distrito Federal se torna ainda mais relevante pela história de luta da OAB/DF”, ressaltou.

O paraninfo da turma de novos advogados e ex-presidente da OAB/DF, Esdras Dantas de Souza, disse que essa é uma profissão para vocacionados. “Por que muitos de vocês recebem a carteira e não advogam? Porque a advocacia é um sacerdócio”, afirmou o ex-presidente.

Ao final da solenidade, o presidente Francisco Caputo prestou uma homenagem ao ex-presidente do Conselho Federal e membro vitalício da OAB, Cezar Britto. Caputo entregou a ele o bóton com a nova logomarca da OAB/DF. “O bóton representa, não só uma nova marca, mas toda a história de luta da Ordem dos Advogados do Brasil. Esse é o bóton da cidadania, do advogado”, declarou o presidente da OAB/DF, ao encerrar a solenidade.

Até quinta-feira, cerca de quinhentos novos advogados devem receber as carteiras da Ordem em solenidades que serão realizadas na sede da OAB/DF.