A OAB/DF realizou cerimônia quarta-feira (13/04) no auditório da Seccional, para a entrega de carteiras a 110 novos advogados aprovados no Exame de Ordem. O ex-procurador geral da República, Aristides Junqueira, foi o paraninfo da turma.

Os trabalhos foram abertos pelo vice-presidente Emens Pereira, acompanhado à mesa diretora pelo paraninfo, pelo secretário-geral Lincoln de Oliveira, pela secretária-geral da Anajur, Nicola Barbosa, e pelos conselheiros seccionais Sandoval Curado Jaime, André Vidigal, Iran Amaral, Adelvair Pêgo Cordeiro, Eduardo Toledo e José Augusto Pinto da Cunha Lyra.

Em seus discurso, o orador da turma, João Filipe Melo de Carvalho, destacou a importância da valoração das prerrogativas dos advogados. “Atualmente, a militância na advocacia é muito penosa, seja por processos demorados, seja por alguns servidores inflexíveis, seja por uma minoria de juizes autoritários. Ao sairmos desta Casa, temos o dever de lutar pelas prerrogativas da advocacia e assim elevarmos a estima de nossa profissão”.

Aristides Junqueira transmitiu sua mensagem aos novos advogados em um breve discurso em que citou dois renomados juristas. “Viver honestamente, como disse Ulpiano de Roma, é um elemento que acrescento aos dois atributos indispensáveis ao advogado enumerados por Rui Barbosa: oração e trabalho. Oração que nos ensina a humildade ao apelarmos para algo superior, para mostrar a nossa fragilidade; e trabalho, porque sem esse não é possível caminhar”.

Convite para VII Conferência dos Advogados do DF

O secretário-geral da OAB/DF aproveitou a ocasião para convidar os compromissandos a participarem da VII Conferência dos Advogados do DF, que acontecerá nos dias 31 de maio, 1º e 2 de junho. “Teremos o vice-presidente da República, Michel Temer, como palestrante na abertura. Também vamos contar com a presença de grandes doutrinadores e nomes de expressão. Queremos a presença de todos os senhores para que possamos, a partir de agora, ter uma OAB diferente de tudo o que foi feito no passado”, convocou.

Emens Pereira encerrou a cerimônia congratulando-se com todos os presentes. Desculpou-se pela lotação do auditório. “Nosso prédio ficou pequeno para a advocacia do DF, mas estamos empreendendo esforços para dispormos de um espaço que atenda a todos os advogados e a todos os que buscam a Ordem”. Em seguida retirou das palavras proferidas pelo paraninfo sua mensagem para a turma. “O país precisa de atitude e de conduta honesta. Vamos nos unir nesta luta por justiça”.

Reportagem – Demétrius Crispim
Foto – Valter Zica
Assessoria de Comunicação – OAB/DF