Espaço de preservação da memória e da história da OAB/DF

O movimento pela realização de eleições diretas para presidente da República começou a se articular com maior força a partir de 1983. Em 24 de outubro daquele ano, a sede da Seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil foi interditada por determinação do comandante da 11ª Região Militar, general Newton Cruz e sob a alegação de que a Seccional servia como local de encontros para contestar medidas de emergência em vigor na capital federal.  Dias antes, um decreto havia determinado tais medidas sob o pretexto de preservação da ordem pública.

A OAB/DF era presidida então por Maurício Corrêa, e a reunião referida pelos interventores era o I Encontro de Advogados do DF, que estava sendo organizado há mais de ano. As instalações da Seccional foram invadidas pela Polícia Federal, que apreendeu as fitas gravadas durante o encontro, interditando ainda o edifício-sede.

Na imagem abaixo, membros da diretoria protestam em frente ao edifício da Ordem, cantando o hino nacional. Na outra imagem, detalhe de reportagem veiculada pelo Jornal de Brasília no dia seguinte à intervenção.

A partir de agora você poderá conferir, neste espaço,  imagens e relatos sobre a história da Seccional do DF da Ordem dos Advogados do Brasil.


OAB 009 (1)OAB 027