Brasília, 25/09/2012 – Por meio de convênio firmado entre a OAB/DF e a empresa Sucesso Comunicação e Editoração, advogados ganham desconto de 10% na aquisição antecipada de ingressos para o evento Brinda Brasil – 2º Salão do Espumante de Brasília, que acontecerá nos dias 19, 20 e 21 de outubro, no Pontão do Lago Sul. A partir de sábado (29/9), os interessados poderão comprar o bilhete, que será vendido na Central de Ingressos do Brasília Shopping.

A entrada custa R$ 50, mas os advogados pagarão o valor promocional de R$ 45 na compra antecipada, até 13 de outubro. É permitida a compra de até dois ingressos. Para adquiri-los, o pagamento será só em dinheiro e com a apresentação da carteira de advogado.

O objetivo do evento é firmar o espumante como bebida oficial da capital. Também visa contribuir na formação de estudantes e profissionais de enologia, gastronomia, turismo e hotelaria.

Os participantes contarão com um espaço próprio para degustação, exposição e vendas de espumantes, palestras, lançamentos, sorteios, workshop e exposição de artes plásticas.

Na edição de 2011, mais de 600 pessoas participaram. Segundo organizadores, a meta para este ano é dobrar a participação de produtores, chegando a 20 vinícolas.

Curiosidades

No cenário internacional, o Brasil é considerado o 3º melhor produtor de espumantes do mundo. Uma das razões para esse título deve-se, entre outros motivos, à terra onde é plantada e cultivada a uva que produz a bebida. O Vale dos Vinhedos e as cidades de Bento Gonçalves e Garibaldi, no Estado do Rio Grande do Sul, possuem uma terra diferenciada, com solo e clima extremamente favoráveis à produção de espumantes. Especialistas afirmam que o espumante nacional só é comparável às regiões de Champagne, na França, e Franciacorta, na Itália.

Em 2010, os espumantes foram responsáveis por 137 medalhas das 221 conquistadas pelos vinhos brasileiros em vários concursos internacionais. Apesar disso, o consumo de espumantes ainda é muito baixo no Brasil. Cada brasileiro consome, em média, uma taça de 100ml por ano, geralmente no Ano-Novo. Na França, a média anual per capita é de 3 garrafas por habitante.

Reportagem – Esther Caldas
Comunicação Social – Jornalismo
OAB/DF