Brasília, 09/05/2011 – A Escola Superior de Advocacia (ESA) da OAB/DF, em parceria com a Escola de Ciências Jurídicas e Sociais da Faculdade Projeção, realizou nesta sexta-feira (06/05) a aula inaugural do Curso de Pós-Graduação em Advocacia Criminal com residência jurídica. “Esta parceria é fantástica. Demonstra seriedade e preocupação da atual gestão. Foram inscritos mais de 400 advogados, foram selecionados 40 e o curso não tem custo nenhum. Isso prova mais uma vez que estamos preocupados com a advocacia. Estamos trabalhando para nós advogados e para a sociedade de Brasília”, frisou o vice-presidente da Seccional, Emens Pereira.

Segundo o diretor adjunto da ESA, José Augusto Lyra, “a preocupação da OAB/DF é a qualidade do ensino, respeitando os pressupostos jurídicos. Essa parceria dará ao acadêmico a consistência da teoria com a prática, que será efetivada nos núcleos da própria faculdade”.

O diretor acadêmico da Educação Superior do Grupo Projeção, José Sérgio de Jesus, deu as boas-vindas aos participantes e apresentou o Grupo Projeção. “Vocês concorreram para estar aqui, quiseram e tiveram o êxito. É isso que vai permitir o alcance do sucesso! Sejam todos bem-vindos, contem conosco”. O professor também destacou a importância do curso de direito. “O curso de direito não pode ser um cursinho preparatório de luxo, o curso de direito tem uma importância histórica muito grande. É essencial e fundamental para sociedade brasileira e não pode simplesmente ser transformado em um preparatório para concursos”.

“A aula inaugural foi um sucesso”, comemorou o coordenador do curso Asdrubal Nascimento Lima Júnior. Na ocasião, o professor apresentou o cronograma e o calendário do curso, explicou como é a residência jurídica e as aulas teóricas, além de esclarecer dúvidas. “O curso tem um lado social muito interessante, porque esse serviço é gratuito aqui, mas eles prestarão um grande serviço para a sociedade ao atender gratuitamente a comunidade na Casa do Cidadão, que é um Núcleo de Prática Jurídica da (NPJ) da Faculdade Projeção. Ou seja, estaremos devolvendo para a sociedade uma assistência jurídica de alto nível, com pessoas muito qualificadas”.

De acordo com a advogada Juliana Lyra, “desde o momento das provas até a realização da aula inaugural, foi possível perceber o altíssimo nível de conhecimento e estrutura que será repassado. O conceito do curso seria a imersão em advocacia criminal por meio de leitura, textos, debates e aulas teóricas, além da vivência efetiva. O mais importante será a residência jurídica, ou seja, adquirir a capacidade de dar significado às informações recebidas, trazendo soluções aos casos concretos, podendo auxiliar a comunidade e realizar um trabalho social com o conhecimento adquirido. Agradeço ao Dr. Asdrubal pela iniciativa que será muito bem aproveitada por todos aprovados”.

Asdrubal Júnior destacou que o curso teve um disputado processo letivo, com duas fases eliminatórias, “todas as vagas foram preenchidas por advogados que demonstraram conhecimento e aptidão para agregar ao curso”. O coordenador agradeceu a diretoria da OAB/DF e da ESA, “pela sensibilidade de perceber a grandeza do projeto”.

Reportagem: Thayanne Braga
Foto: Valter Zica
Assessoria de Comunicação – OAB/DF