Brasília, 02/08/2011 – Cada vez mais, os advogados e a população do DF têm recorrido ao Tribunal de Ética (TED) e à Ouvidoria da OAB/DF com denúncias sobre propaganda irregular feita por profissionais da advocacia. “É um reflexo do aumento da confiança que a classe e a sociedade têm depositado na Ordem”, constatou Claudismar Zupiroli, presidente do TED.

Entre denúncias de propaganda por meio de panfletos, e-mails e pinturas em fachadas de prédios, um tipo de ocorrência que tem sido investigado pelo TED são as inserções em emissoras de rádio por meio de “associações biombo”, como chamou Zupiroli. “Recentemente flagramos uma dessas associações pelo rádio. Quem a procurava era encaminhado para um escritório de advocacia na porta ao lado da associação”.

Várias das situações analisadas pelo TED revelam que em geral os profissionais agem de boa-fé e que, quando alertados, não se opõem a corrigir os equívocos. “Não parece ser o caso no que diz respeito a essa entidade. Porém, tão ou mais importante do que punir é o trabalho da OAB de informar os advogados sobre seus deveres éticos”, afirma.

Desde o ano passado, o Tribunal tem fiscalizado as ruas do Distrito Federal para coibir a publicidade irregular da profissão. As irregularidades constatadas são documentadas e se tornam objetos de representações por infração ética.

As denúncias podem ser feitas na Ouvidoria da OAB/DF pelos telefones 3035-7276, 3035-7282. Se preferir, o cidadão pode preencher o formulário “fale conosco” no site da OAB/DF.

Reportagem – Demétrius Crispim
Foto – Valter Zica
Assessoria de Comunicação – OAB/DF