Brasília, 31/05/2011 – Após as homenagens prestadas aos juristas Moreira Alves e José Guilherme Villela (in memoriam), o presidente da OAB/DF, Francisco Caputo, fez seu discurso de saudação aos participantes da VII Conferencia dos Advogados do DF.

Manifestou seu apreço aos homenageados, “homens que merecem ser cultuados”. Citou Moreira Alves como homem sério, justo, ético, e um dos melhores professores cujas aulas já presenciou, “em salas sempre lotadas, porém silenciosas, já que não se queria perder uma palavra”.

Sobre José Guilherme Vilella, destacou que “é exemplo a ser seguido por todos os que almejam sucesso na advocacia, e que dela fez sua arte.”

Caputo salientou o objetivo da conferência de despertar em profissionais e estudantes a consciência e a responsabilidade sobre a função social do advogado. “Função esta que abrange muitos aspectos, como a responsabilidade para com o meio ambiente”, disse ao mencionar a preocupação ambiental do evento, cuja emissão de carbono será aferida para compensação posterior com o plantio de árvores, além do envio dos materiais empregados na estrutura para cooperativas de reciclagem.

O presidente da Seccional também trouxe à tona a função institucional a ser observada pela classe e relembrou a atuação da OAB/DF na crise política deflagrada na Capital com a notória operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal, que derrubou a cúpula do GDF em 2009.

“Tivemos sucesso em manter a autonomia administrativa de nossa cidade, mas temos de estar vigilantes. Recentemente, manifestei à imprensa o sentimento de frustração que se abate sobre todos nós com relação à ausência de desfecho para esse que foi o maior escândalo que a República já viu. Até agora não vimos o Ministério Público apontar específica e fundamentadamente os responsáveis por essa catástrofe que se abateu sobre nossa cidade”.

Por fim, ressaltou que a conferência também servirá de base ao Conselho e a Diretoria da OAB/DF, “para que possamos atender aos anseios próprios de nossa classe e da sociedade”.

Reportagem – Demétrius Crispim
Foto: Valter Zica
Assessoria de Comunicação – OAB/DF