O presidente Francisco Caputo encontrou na manhã desta terça-feira (26/10) o Chefe da Divisão das Américas do Tesouro francês, Hugo Hanne. O órgão é vinculado ao Ministério da Economia, da Indústria e do Emprego francês. Da reunião também participaram os advogados Mônica Franco e Mauro Freitas.

Hanne tratou dos elevados investimentos franceses no Brasil, principal parceiro comercial da França na América Latina. Afirmou que o comércio bilateral é da ordem de 2,4 bilhões de euros por ano, com superávit de 400 milhões de euros para o Brasil. Segundo ele, as filiais das principais empresas francesas no Brasil geram mais de 400 mil empregos. “É importante que o ambiente jurídico seja estável para estimular os investimentos no Brasil. Precisamos muito dos advogados brasileiros para conhecermos a legislação local”, destacou.

Na reunião, ficou claro que as grandes empresas têm assessoramento jurídico de qualidade, mas as pequenas e médias empresas francesas ainda se ressentem de mais segurança sobre a melhor forma de se instalar no Brasil ou comercializar seus produtos com o país.

Caputo disse que os advogados brasilienses estão aptos a apoiar o empresariado francês que deseja fazer negócio com o Brasil e têm totais condições de prestar consultoria jurídica em todas as áreas do direito. “Por isso viemos à França estimular o intercambio dos advogados de Brasília e os de Paris. Conhecendo as duas realidades, os advogados terão condições de formar um network e trabalhar em conjunto para o desenvolvimento do comércio bilateral”, afirmou Caputo.

(Clique aqui) e confira a agenda completa do presidente da OAB/DF na França.

Assessoria de Comunicação – OAB/DF