O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do DF, Francisco Caputo, apoia a iniciativa do presidente nacional da OAB , Ophir Cavalcante, e do secretário geral da Conferência dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Dimas Lara Barbosa, de reunir as 46 instituições e entidades que integram o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) para debater os rumos do Movimento.

Entre as ações que o MCCE prevê realizar daqui em diante estão a campanha contra a corrupção eleitoral na saúde e o trabalho de fiscalização das eleições de outubro próximo. “É importante que movimentos como esse, liderados pela OAB e pela CNBB, estejam atuando a favor da ética e da legalidade no processo eleitoral. É uma excelente contribuição à democracia”, destaca Caputo.

A reunião está marcada para esta terça-feira (20/7), à 10h, na sede do MCCE, no SAS, Quadra 5, Lote 2, Bloco N, 1º andar, Ed. Anexo ao Conselho Federal da OAB.

A seguir a íntegra do ofício enviado pelos dirigentes da OAB e CNBB às 46 instituições e entidades que integram o MCCE:

“Excelentíssimo/a Senhor/a,
Após se tornar nome de referência no combate à corrupção eleitoral e no trabalho de mobilização social com a Campanha Ficha Limpa, o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) busca agora fortalecer sua rede do Comitê Nacional e Comitês 9840 para as ações futuras. Com este objetivo, queremos reunir nossas 46 entidades para dialogarmos e pensarmos sobre os rumos do nosso Movimento, principalmente no que diz respeito ao comprometimento com as ações do MCCE e com sua sustentabilidade.

É de extrema importância que possamos contar, neste encontro especificamente, com a participação de todos/as os presidentes das entidades do Comitê Nacional do MCCE num grande momento de discussão tendo como tema a unidade e a consolidação desta rede social.

O MCCE prevê para este ano, após a conquista da Lei Complementar 135/2010 (Lei da Ficha Limpa), a realização de outras importantes campanhas, como a campanha contra a corrupção eleitoral na Saúde, o trabalho de fiscalização das eleições 2010, a realização do V Seminário Nacional de Juízes, Procuradores, Promotores e Advogados Eleitorais (Senaje), além de uma série de ações do combate à corrupção eleitoral que serão implementadas a partir de um planejamento estratégico feito pelo MCCE, em parceria com Polícia Federal, Procuradoria Geral Eleitoral (PGE), Controladoria Geral da União (CGU) e Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus). A união e a participação das entidades do Comitê Nacional serão imprescindíveis para o sucesso de nosso trabalho.

Desta forma, convidamos todos/as para um encontro sobre os rumos do MCCE, a ser realizado no dia 20 de julho, na sede do Movimento (SAS, Quadra 5, Lote 2, Bloco N, 1º andar, Ed. Anexo da OAB), na Sala dos Presidentes. Contamos com a compreensão e o comprometimento de nossas 46 entidades nesta empreitada tão necessária para o aprimoramento do trabalho e para a consolidação do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral.

Atenciosamente,

Dom Dimas Lara Barbosa, Secretário Geral
Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)

Ophir Cavalcante, Presidente
Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)