O presidente da OAB/DF, Francisco Caputo, parabeniza a procuradora de Justiça, Eunice Pereira Amorim Carvalhido, pela nomeação como Procuradora Geral do Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios. Ela foi escolhida pelo Presidente da República, a partir de uma lista tríplice. Concorreu com dois outros fortes nomes do Ministério Público, os promotores de justiça Carlos Alberto Cantarutti e Diaulas Costa Ribeiro.

Eunice Pereira começou sua trajetória na Promotoria de Justiça Criminal de Taguatinga, passando pela Promotoria de Justiça de Família de Brasília, pela Promotoria de Justiça Criminal de Boa Vista – quando Roraima era território, Promotoria de Defesa do Patrimônio Público e Social (PRODEP) e pela Procuradoria de Justiça Cível, até assumir a titularidade da 2ª Procuradoria de Justiça Criminal Especializada, onde está lotada hoje. “Acredito que neste momento delicado pelo qual passa o MPDFT, a nova Procuradora Geral saberá sequenciar o forte papel da instituição, um dos pilares da ordem pública no Distrito Federal”, afirmou Caputo.

O presidente da OAB/DF citou também a atuação do procurador Leonardo Bandarra, que esteve à frente do Ministério Público do DF por quatro anos. Em sua gestão, o MPDFT apurou desvios de recursos do Banco de Brasília (BRB) e ajudou nas investigações que resultaram na Operação Caixa de Pandora, deflagrada pela Polícia Federal.