Brasília, 25/03/2011 – O presidente da OAB/DF, Francisco Caputo, assistiu à cerimônia de posse da sexta mulher do quadro de magistrados do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministra Delaíde Alves Miranda Arantes, na quinta-feira (24/03), na Sala de Sessões do Tribunal Pleno. A nova ministra proferiu o termo de compromisso de posse: “Prometo desempenhar fielmente os deveres do cargo de ministro do TST, cumprindo e fazendo cumprir a Constituição e as leis da República”.

Segundo Caputo, “a Ordem e a presidente Dilma acertaram muito ao escolhê-la para compor o TST, porque a ministra é detentora não só de uma capacidade jurídica muito aguçada, mas tem também uma sensibilidade extraordinária para tratar de questões como essas que envolvem o direito do trabalho. A nossa expectativa é a melhor possível. Tenho certeza que ela representará, de maneira digna, a advocacia nacional e cumprirá a sua missão”.

A ministra ocupa a vaga decorrente da aposentadoria do ministro José Simpliciano Fernandes pelo quinto constitucional dos advogados. De acordo com o presidente do Conselho Federal da OAB, Ophir Cavalcante, “a ministra honrou a advocacia enquanto conosco esteve. Não há dúvida de que ela continuará nesse mesmo trabalho de seriedade, de competência e defesa da Justiça social. A Ordem espera que ela continue tendo a leitura da importância da advocacia”.

Delaíde está no exercício do cargo desde 1° de março e integra a 7ª Turma do TST e a Subseção de Dissídios Individuais 1. A ministra tem 30 anos de advocacia trabalhista. Compõe o Conselho Estadual da Mulher (Conem/GO), é vice-presidente da Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica (ABMCJ/GO) e presidente do Instituto Goiano de Direito do Trabalho (IGT).

Reportagem: Thayanne Braga
Foto: Valter Zica
Assessoria de Comunicação – OAB/DF