Brasília, 03/01/2011 – O trabalho realizado pela Comissão de Apoio ao Advogado Iniciante em 2010 teve saldo positivo. “Como o próprio nome já diz, tentamos dar o suporte e apoio necessário aos advogados que ingressam a cada semestre na nossa Seccional. Visamos a defesa dos interesses dos advogados mais jovens e, consequentemente, mais necessitados de ajuda para ingresso no mercado de trabalho”, ressaltou o presidente da Comissão, Délio Lins e Silva Júnior. Lins contou que os primeiros meses de 2010 foram dedicados para a organização. “Não existia sequer uma pasta referente à Comissão, não existiam documentos e nem um Regimento Interno, um relatório de atividades, enfim, absolutamente nada. Tivemos que começar do zero”. A Comissão averiguou as maiores reclamações e necessidades do advogado em início de carreira, para só assim traçar planos, colocar alguns em prática e estabelecer metas. Foram realizadas reuniões quinzenais durante todo o ano. A Comissão firmou parceria com a Escola Superior de Advocacia (ESA), “obtivemos descontos de 30% em todos os cursos realizados pela ESA”, destacou Lins. Segundo ele, foi criado o Curso de Formação do Advogado à distância, “gratuito para todos os advogados que ingressam nos nossos quadros e pago para aqueles que queiram fazê-lo”. O curso on line trata de dificuldades encontradas pelos advogados, principalmente aqueles que são recém-ingressos no mercado, abordando gestão de escritórios, prerrogativas, limites éticos da advocacia, honorários, relacionamento com clientes, entre outros. Em agosto, a Comissão preparou uma novidade para os advogados jovens: “O almoço com o presidente”, sempre na última sexta-feira de cada mês. “A ideia da Comissão de Apoio ao Advogado Iniciante foi extraordinária, porque permite o congraçamento dos advogados em um ambiente descontraído”, afirmou Francisco Caputo, presidente da OAB/DF. Em outubro, a Comissão promoveu o 1° Encontro Regional dos Advogados Jovens. De acordo com Délio Lins, “o encontro foi um sucesso total. Tivemos mais inscrições do que o esperado, cerca de 300. Todas as atividades foram elogiadas pelos participantes, as oficinas estavam lotadas e as discussões trouxeram esclarecimentos importantes”. A OAB/DF disponibilizou a sala de apoio ao advogado iniciante para quem não tem escritório próprio. A ideia é auxiliar os advogados no começo da carreira. O profissional pode atender clientes e fazer reuniões. A sala fica no SRTVS 701, Centro Empresarial Assis Chateaubriand, bloco 1, sobreloja, sala 30. A Comissão criou ainda um plano de descontos na anuidade. De acordo com Lins, o desconto de 50% é estendido de três para cinco anos. Para garantir o benefício, no quarto e quinto ano, o advogado deverá realizar atividades relacionadas à OAB. “O intuito do projeto é beneficiar financeiramente o advogado, estimulá-lo a participar das questões relacionadas à Ordem, a conhecer sua casa,  saber o que Ordem pode fazer por ele e mostrar que ele também pode, e deve, fazer alguma coisa por ela. Trata-se, pois, de uma via de mão dupla”, concluiu Lins. Thayanne Braga Assessoria de Comunicação – OAB/DF