Comissão apoia projeto de Acessibilidade Gourmet

Brasília, 10/06/2011 – A Comissão de Defesa da Pessoa com Deficiência da OAB/DF demonstrou apoio ao projeto de Acessibilidade Gourmet, que tem como objetivo dar voz às pessoas com deficiência e, principalmente, despertar o interesse social no âmbito da acessibilidade. Segundo o presidente da comissão, Yure Gagarin, “abraçamos a causa por fazer parte de uma das atribuições desta comissão, que é zelar e fazer com que direitos e garantias das pessoas com deficiência sejam respeitados”.

Após reflexão sobre acessibilidade no entretenimento e no lazer, a jornalista Marcela Sá criou a Acessibilidade Gourmet. A revista é um projeto acadêmico com destaque por seu valor social e pela prestação de serviço. “O intuito é provocar uma mudança de atitude e pensamento na sociedade, para que pessoas com deficiência sejam percebidas como cidadãs de direito”, ressaltou.

O projeto apresenta histórias de pessoas com deficiência que viveram experiências referentes à acessibilidade em restaurantes da cidade. Também lista endereços de 40 estabelecimentos que possuem banheiro e espaço adaptado para receber cadeirantes, além de cardápio em braile e garçom fluente em Libras.

“A Constituição é a lei maior, que garante os principais direitos”, frisou Gagarin na entrevista à Acessibilidade Gourmet. Para ele é fundamental que a sociedade respeite as normas e trabalhe para incluir os deficientes. “Os restaurantes de Brasília devem atender a todos, sem diferenças”.

Marcela Sá será homenageada, no dia 21/06, pela Comissão de Defesa da Pessoa com Deficiência da OAB/DF, no evento que debaterá o papel da comunicação na defesa dos direitos das pessoas com deficiência.

Reportagem – Thayanne Braga
Assessoria de Comunicação – OAB/DF


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: