Comissão de Direitos Humanos visita comando da PM

A Comissão de Direitos Humanos da Seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil se reuniu na manhã desta terça-feira (15) com o comandante-geral da Polícia Militar do DF, coronel Antônio Cerqueira. A visita teve três objetivos: apresentar oficialmente a comissão ao comandante-geral, que assumiu a função em 12 de março; pedir agilidade na apuração de processos contra policiais envolvidos em denúncias; e sugerir que a polícia tenha como ideal básico não apenas a repressão, mas o respeito ao ser humano. Durante a reunião, de aproximadamente 40 minutos, o presidente da comissão, conselheiro Jomar Alves Moreno, disse que a entidade apóia o trabalho da Polícia Militar e parabenizou Cerqueira pela posse. Moreno também pediu atenção especial para os inquéritos em apuração. “Estamos preocupados com as denúncias que estão na corregedoria e gostaríamos que tudo fosse apurado”, afirmou. O comandante-geral assumiu a PM com quase duas mil sindicâncias e 58 processos disciplinares de policiais condenados pela Justiça para serem analisados até setembro. Cerqueira disse que a nova gestão será marcada pela preservação da vida e que as denúncias serão investigadas, com amplo direito de defesa e respeito ao contraditório. O comandante-geral ponderou também que não pode “punir por punir” e concordou que o respeito ao cidadão deve ser prioridade. “Direitos Humanos se inicia pelo respeito às outras pessoas, seja em que nível for, funcional ou de amizade”, disse. Também participaram da reunião os integrantes da comissão da OAB/DF Elaine Starling e Petrolino da Costa.


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: