Brasília, 29/12/2010 – Durante o ano, a Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da OAB/DF realizou diversos trabalhos para pessoas com deficiência. Segundo o presidente, Yure Gagarin Soares, “a Comissão foi criada para intensificar os debates que envolvem assuntos de acessibilidade, bem como atuar em discussões sobre como viabilizar propostas que minimizem as dificuldades sofridas por essas pessoas”.

No Dia das Crianças, a OAB/DF realizou a abertura da Semana de Acessibilidade, promovida pela Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em parceria com a Fundação Jardim Zoológico. O objetivo foi conscientizar o público sobre o respeito à legislação que garante os direitos de portadores de deficiência física e sobre a promoção de acessibilidade e interação. Também foi promovida uma caminhada noturna com nove deficientes visuais, para visitar os recintos dos animais de hábitos noturnos.

Ainda em outubro, a Comissão promoveu o Fórum de Educação Especial na Perspectiva de Educação Inclusiva para Pessoas com Deficiência. Foram debatidos os desafios e as perspectivas das instituições especializadas no atendimento a políticas de inclusão educacional e a articulação das políticas públicas de saúde, assistência social, trabalho, esporte e cultura para apoio ao atendimento educacional especializado à pessoa com deficiência.

No início de dezembro, o presidente da Comissão participou da inauguração do Centro de Informações sobre Autismo, criado pela Coordenadoria para Inclusão da Pessoa com Deficiência do Distrito Federal (Corde). Segundo Gagarin, “a Comissão estará presente em todas as circunstâncias que envolvam a questão de deficientes”.

Gagarin relembra o caso de uma escola da 405 Norte: “Atuamos julgando casos excepcionais, como a tentativa de fechamento da escola para pessoas com autismo e obtivemos êxito junto à comunidade para se continuar o serviço oferecido aos autistas”. Uma novidade da Comissão foi a parceria com a rádio AM Redentor. “Colocamos no ar o programa ‘Sem Diferença’, voltado para as discussões sobre o tema deficiência”, explicou o presidente. O programa vai ao ar todas as terças-feiras, às 17h30.

Outra parceria foi com a TV Atitude. “As pessoas com deficiência auditiva e visual puderam ter acesso às nossas reuniões e aos trabalhos em geral. Tudo isso só foi possível pela confiança depositada em nós pelo presidente Caputo e pelo vice, Emens”, ressaltou Gagarin. Segundo ele, “fechamos o ano com todos os processos julgados e com os devidos encaminhamentos. Oficiamos a todas as administrações do DF para nos informar sobre os andamentos de projetos sobre acessibilidade. Somos um grupo bastante articulado, atuamos de forma harmônica e unida”, frisou.

Thayanne Braga
Assessoria de Comunicação – OAB/DF