A presidente da OAB-DF, Estefânia Viveiros, defendeu o desarmamento mas cobrou políticas públicas de segurança para a sociedade ao responder a uma enquete realizada durante a XIX Conferência Nacional dos Advogados. O evento teve início no último dia 25, em Florianópolis, e vai até a próxima quinta-feira (29).

“A sociedade brasileira tem sofrido muito com o aumento da criminalidade e da violência, razão porque apoiamos a idéia do desarmamento. Mas isso só não basta. É necessário que o Estado promova, também, ações efetivas de segurança pública, caso contrário teremos, de um lado, a população civil desarmada, e, de outro, os bandidos prontos para atacar. Em um país no qual as pessoas de bem se tornam reféns da violência em suas próprias casas, necessário se faz canalizar esforços e recursos para que a segurança seja, no sentido estrito da palavra, pública”, declarou a presidente da OAB-DF.