O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) elegeu neste fim de semana os advogados que integrarão a lista sêxtupla para preencher vaga de ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A votação ocorreu na sede do Conselho Federal da OAB, em Brasília. Três advogados foram eleitos numa primeira votação, por terem obtido, de início, 50% mais um dos votos, isto é, 17 votos: Roberto Gonçalves de Freitas Filho, do Piauí (com 25 votos); Maria Thereza Rocha de Assis Moura, de São Paulo (que obteve 22 votos); e Renato Gomes Nery, do Mato Grosso (com 19 votos).

Os três candidatos que obtiveram votos suficientes para integrar a lista em votação posterior, são os seguintes advogados: Paulo de Moraes Penalva Santos, do Rio de Janeiro (com 16 votos); Rogério Neves Baptista, de Pernambuco (com 16 votos); e Helio Luiz de Cáceres Peres Miranda, de Tocantins (16 votos).

A lista sêxtupla da OAB será entregue pessoalmente pelo presidente nacional da OAB, Roberto Busato, ao presidente eleito do STJ, ministro Raphael de Barros Monteiro, que tomará posse na Corte no próximo dia 5. A vaga no STJ, que é destinada ao quinto constitucional da advocacia, foi aberta em virtude da aposentadoria do ministro José Arnaldo da Fonseca.