Brasília, 07/04/2011 – O Conselho Pleno da OAB/DF decidiu afastar, por unanimidade, o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Distrito Federal (CAADF), Everardo Ribeiro Gueiros Filho, em sessão extraordinária, na noite de quarta-feira (06/04). O plenário elegeu e deu posse à diretoria provisória da Caixa e autorizou sindicância para apurar supostas irregularidades na entidade por um prazo de 30 dias.

A decisão do Conselho Pleno foi baseada em relatório de auditoria contratada pela Seccional, que encontrou possíveis irregularidades em obra do prédio da CAADF. Segundo o documento, há indícios de superfaturamento em um dos serviços autorizados pela presidência da Caixa.

Ao tomar conhecimento das denúncias, os membros da diretoria da CAADF Everardo Gueiros Filho, Luciano Andrade Pinheiro, Gutemberg Bezerra Pereira de Oliveira, Geusa Santana da Silva, Paulo Emilio Catta Preta de Godoy, Antônio Marcos da Silva e Conceição José Macedo pediram a abertura de sindicância e, em momento posterior, em face da intolerância com atos ilícitos, apresentaram carta de renúncia à diretoria da OAB/DF, para que houvesse uma apuração isenta dos fatos. O único que se recusou a deixar o cargo foi o presidente, Everardo Gueiros Filho. A diretoria da OAB/DF aceitou a renúncia coletiva e suspendeu o repasse de verbas para a CAADF.

O afastamento do presidente da Caixa está baseado no parágrafo 3º do artigo 81 do Regulamento Geral, que prevê a hipótese de decretação cautelar de intervenção provisória quando ocorrer obstáculo intransponível a sindicância, como no caso noticiado.

A diretoria interina da Caixa de Assistência é formada pelos Conselheiros Lucas Resende Rocha Júnior, Adelvair Pêgo Cordeiro e Marília Aparecida Rodrigues dos Reis Gallo. Os membros da comissão de Sindicância, que vão apurar as possíveis fraudes, serão escolhidos pelo presidente da OAB/DF. Segundo o diretor tesoureiro da Seccional, Raul Saboia, com o afastamento de Everardo Gueiros Filho, o repasse de recursos para a Caixa de Assistência se normaliza a partir desta quinta-feira (07/04).

Assessoria de Comunicação – OAB/DF