A OAB/DF instalou posto de coleta de resíduos eletroeletrônicos no edifício Maurício Corrêa, sede da Seccional, na 516 Norte. A campanha, que teve início na XXI Corrida do Advogado, realizada em 25 de agosto, se torna permanente e tem como objetivo promover educação ambiental por meio da conscientização e do incentivo a mudanças de comportamento dentro e fora do ambiente de trabalho.

Segundo a idealizadora da campanha, Patrícia Andrade, o trabalho de conscientização consiste em pequenas atitudes que fortalecem a proteção do meio ambiente. “É um trabalho que visa estimular não só os advogados, mas todas as pessoas que entendem a importância de descartar corretamente resíduos eletroeletrônicos”.

Advogados, funcionários e a sociedade em geral poderão descartar de forma correta pilhas, baterias, cabos, fiação eletrônica, celulares, CPUs, placas, centrais telefônicas, aparelhos de telefones, transformadores, processadores, monitores, impressoras, hardwares e materiais similares. O descarte poderá ser feito no posto de coleta instalado no 1º subsolo do prédio.

A iniciativa faz parte do trabalho de responsabilidade socioambiental que a OAB/DF desenvolveu nos últimos anos, com o intuito de contribuir para a sustentabilidade. Neste sentido, além de proteger o meio ambiente e minimizar o impacto de resíduos eletroeletrônicos no subsolo, o descarte adequado de computadores beneficiará entidades que trabalham com programas de inclusão digital e na capacitação de jovens carentes. Os materiais recolhidos serão transformados em matéria-prima reutilizável, obedecendo à orientação da lei que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

A campanha faz parte do projeto Recicle Legal e conta com a parceria da Dioxil – Indústria de Manufatura Reversa, especializada na reciclagem de produtos e materiais do setor de tecnologia.

Reportagem – Esther Caldas
Comunicação Social – Jornalismo
OAB/DF