Um importante passo para o pagamento de uma ação de precatórios devido a médicos do Distrito Federal e que se arrasta por 20 anos foi dado na última quinta-feira (23). Em solenidade no Palácio do Buriti, o governador Joaquim Roriz assinou com representantes do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), da Procuradoria-Geral do DF e do Sindicato dos Médicos, um convênio em que o Governo do Distrito Federal se compromete a repassar verbas mensais para quitar a dívida dos precatórios dos médicos, avaliados pelo TRT em R$ 415 milhões, no prazo de cinco anos.   Convidada para o evento, a presidente da OAB/DF, Estefânia Viveiros, assinou o convênio como testemunha. O presidente da Comissão de Estudos de Precatórios da OAB/DF, Marcos Resende, também estava presente.   De acordo com Estefânia, o convênio abre uma perspectiva positiva para dezenas de outros precatórios que se encontram na fila. A OAB/DF vem insistindo nessa questão há bastante tempo, tendo promovido um debate no Conselho Federal e, este mês, dedicado a matéria de capa da revista Voz do Advogado com vistas a uma campanha nacional em defesa dos pagamentos dos precatórios. Os Estados, atualmente, são responsáveis por 70% das dívidas de precatórios, que acumulam um calor de R$ 62 bilhões.