A OAB/DF pediu esclarecimentos ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran) sobre as condições de atendimento aos pacientes suspeitos e diagnosticados com o novo Coronavírus.

Assinado pelo presidente da Seccional, Délio Lins e Silva Junior, pela titular e o vice-presidente da Comissão de Direito à Saúde, Alexandra Moreschi e Fabrício Reis, o ofício foi motivado pelas matérias publicadas na mídia nos últimos dois dias e por manifestações de servidores da rede pública de saúde registradas pela Ouvidoria da OAB/DF.

No documento, dirigido à diretoria do Hospital, a Seccional pede informações quanto à limpeza, à higiene e o uso de insumos pelos profissionais de saúde que estão em contato com os pacientes.

De acordo com a presidente da Comissão de Direito à Saúde, tem sido relatado à OAB/DF que os profissionais têm atuado sem insumos e orientações adequadas, sendo que até itens básicos de limpeza, como sabonete, estariam em falta em banheiros. “Recebemos denúncias de funcionários do próprio Hran informando que o Hospital não estaria seguindo os protocolos da Secretaria de Saúde”, explica Alexandra Moreschi.

No ofício, a OAB/DF oferece ainda ajuda para colaborar em ações, grupos de trabalho ou quaisquer diligências necessárias.