Thaís Paranhos

Publicação: 30/04/2012 20:22 Atualização:

Representantes do governo e do Sindicato dos Professores no Distrito Federal (Sinpro-DF) se reuniram na manhã desta segunda-feira (30/4) para mais uma tentativa de chegar a um acordo e encerrar a greve. O encontro foi mediado pela comissão de negociação, formada pela Ordem dos Advogados do Brasil Seccional DF (OAB-DF), a Universidade de Brasília (UnB), deputados federais e distritais. A OAB-DF apresentou uma proposta que foi aceita pelo governo caso a categoria encerre o movimento. A oferta será votada em assembleia pelos professores na próxima quarta-feira.

O diretor jurídico do Sinpro-DF, Washington Dourado, disse que os professores só vai se posicionar sobre a oferta apresentada na próxima quarta-feira. “Vamos levar a proposta para a categoria, é ela quem vai decidir”, disse. O presidente da OAB-DF, Francisco Caputo, entendeu que o governo e os professores podem chegar a um acordo nos próximos dias. “Houve várias reuniões no fim de semana para construirmos essa proposta, houve muitos avanços para chegarmos a esse ponto de consenso”, avaliou.

O secretário de Administração, Wilmar Lacerda, informou que o governo está de acordo com a proposta caso os professores encerrem a greve imediatamente. Ele avaliou que houve avanços na oferta, entre eles a incorporação da Tidem, gratificação por dedicação exclusiva, em até quatro anos.