“Acredito que esta homenagem reflete muito bem o papel que a OAB/DF sempre desempenhou na história, não apenas de Brasília, mas das próprias instituições democráticas do Brasil, um papel muito importante para a evolução da nossa sociedade nestes 45 anos. A OAB é, indiscutivelmente, um órgão de profunda inserção na sociedade, e

esta homenagem é muito justa e, creio, também muito feliz, pois o fato de estarmos aqui para assistir um concerto de obras clássicas, nesta magnífica sala, é extremamente adequada ao papel que a OAB sempre desempenhou”. Paulo Roberto Moglia Thompson Flores – Vice-presidente da OAB/DF

“O que vejo é uma receptividade total da instituição em relação aos advogados. Os aniversários eram datas que passavam desapercebidas, ou eram feitas comemorações mais restritas, mas na gestão da Dra. Estefânia está havendo um chamamento da classe como um todo para participar das atividades da OAB/DF, seja em comemorações ou em outras de interesse dos advogados. Essa aproximação

é muito positiva, pois promove a interação e

enriquece as relações de trabalho”. Joaquim Dutra – Presidente da Subseção de Sobradinho

“Estas comemorações dos 45 anos merecem o nosso aplauso. Devemos

relembrar que a Seccional de Brasília tem uma situação privilegiada, pela própria situação geográfica: até 1985, ou seja, quase todo o período da ditadura militar, nós em Brasília representamos toda a advocacia nacional e a sociedade civil brasileira, porque o Conselho Federal ainda se localizava no Rio de Janeiro. E a OAB/DF praticamente supria a ausência do Conselho em todos os atos que ocorreram ao longo do período, como as Diretas Já, a eleição de Tancredo Neves e depois as eleições diretas e a nova Constituinte. A Ordem teve um papel importantíssimo neste período, e seus presidentes, em particular, foram corajosos, enfrentaram perigos e ameaças

à sua segurança e de seus familiares, e merecem todo o nosso respeito. Portanto, os

45 anos são relevantes para a história da Ordem como instituição nacional, e por isso tenho muita alegria de participar das comemorações, e sobretudo de ser um advogado inscrito nesta seccional”. Reginaldo Oscar de Castro – Membro honorário vitalício da OAB – Conselho Federal

“Essa festa de hoje é muito importante, por ser uma demonstração da pujança da OAB/DF, que sempre esteve na vanguarda dos direitos do cidadão e da sociedade. Agradeço a delicadeza da medalha que recebi”. Desembargador Estevão Maia – Vice-presidente do TJDFT

“O evento de hoje foi maravilhoso, nunca aconteceu isso antes na OAB. O advogado estava precisando de relaxamento, de um momento cultural, num local tão nobre. Nenhum local representaria tão bem esses 45 anos. Nós advogados estamos de parabéns pela excelente idéia de comemorar aqui no Teatro Nacional, que é a cara de Brasília, assim como a OAB”. Severino Cajazeiras – Diretor tesoureiro da OAB/DF

“Magnífica festa, comemoração muito bonita. O aniversário de 45 anos da OAB/DF é realmente significativo para Brasília. A comunidade dos advogados está de parabéns”. Desembargador Flavio Rostirola

“Ao completar 45 anos, nada mais bonito, mais completo, do que uma festa no Teatro Nacional. Festa linda, prestigiada, auditório lotado. Está de parabéns a administração da OAB/DF”. Francisco de Campos Amaral – Secretário geral da OAB/DF

“Pela primeira vez estou assistindo a Orquestra Sinfônica. Foi muito bonita a apresentação na festa da OAB de 45 anos. Estão todos de parabéns”. Aldo Francisco Zago – Ex-Conselheiro da OAB/DF, atual membro da Comissão de Direitos Sociais