57 bacharéis prestam o juramento e ingressam na advocacia

Na manhã desta terça-feira (15/10) 57 novos profissionais do Direito passaram a integrar os quadros da seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/DF). Familiares e amigos dos bacharéis lotaram a solenidade de entrega das carteiras, realizada no edifício sede da Ordem.

Oradora da turma, Ana Luiza Nicolini de Castro David destacou a importância de valores como a dignidade e a ética presentes no juramento da profissão. “Devemos ser éticos na tomada de decisões, no trato com todas as pessoas. Devemos também ter dignidade por meio do cuidado e do respeito com o próximo, para que possamos exercer com excelência a nossa vocação profissional”, pontuou. “Com ética, dignidade e independência conseguiremos promover justiça, que é o objetivo principal a ser alcançado por aqueles que atuam com o Direito. Somos, a partir de hoje, o elo entre o cidadão e a justiça”, completou.

Coube ao ex-procurador-geral de justiça do Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios (MPDFT), atual procurador de justiça em áreas criminais e professor há mais de 20 anos, Leonardo Bessa, levar palavras de incentivo e conselhos aos novos profissionais do Direito, entre os quais estavam seu filho Leonardo Henrique Bessa. “Desconfiem de soluções rápidas, da segurança desmedida diante de um novo ou velho problema. O pior inimigo do saber é a presunção de saber. A dúvida não deve gerar desconforto se recebida como caminho para a verdade”, ressaltou.

Leonardo Bessa ressaltou a importância de se exercer a profissão com dedicação. “Vocês, a partir de hoje, possuem grande responsabilidade. Talento não falta. Sejam, como disse um grande filósofo, mais objetivos consigo próprios e mais subjetivos com todos os outros. Tenho certeza que cada um exercerá a profissão com seriedade, dedicação e, mais importante, com gosto e amor”, disse ele, que mencionou o filho em seu discurso. “Entre tantos talentosos, novos advogados e ex-alunos está o meu filho, que muito me orgulha pela inteligência, seriedade com o curso de Direito e, principalmente, pela retidão”.

Novos ensinamentos
O conselheiro seccional Newton Rubens De Oliveira relembrou o tempo em que recebeu a carteira da Ordem. “Em 2005, no dia da entrega, eu só conhecia meus pais e ninguém dessa mesa. Hoje, orgulhosamente faço parte dela e convido a todos para participarem da Casa. Vocês vão representar a advocacia como um todo. Tenham compromisso e sejam felizes”, destacou.

O advogado Alexandre Colares concordou com a importância do momento. “Vocês chegam a essa Casa em um momento especial sob o comando de um presidente novo e disposto a fazer mudanças. E como diz a Carta Magna: A ninguém venderemos direito ou justiça. Façam isso e sejam bem-vindos”, disse.

A presidente da Comissão de Advogados Integrantes dos Núcleos de Prática Jurídica, Moara Silva Vaz de Lima, aproveitou a solenidade para homenagea os professores presentes. “Estou muito feliz de participar como professora dessa solenidade. E quero dizer que todos dessa mesa estão de braços abertos para vocês. A sala de aula me mostra que temos que ter essa troca de conhecimento na profissão também: saberes antigos com os novos. Aqui ninguém é inimigo de ninguém, se ajudem e aproveitem”, ressaltou.

O presidente da OAB/DF, Délio Lins e Silva Júnior, relembrou não só sua entrega de carteira como também o primeiro estágio. “O meu primeiro chefe foi o Leonardo Bessa e a escolha dele para paraninfo não poderia ser mais significativa. Ele é um grande exemplo de profissional e pessoa para todos nós”, comentou.

Quanto ao futuro dos novos advogados e advogadas, o presidente destacou a ampla possibilidade de atuação e a necessidade de se fazer tudo da melhor maneira possível. “O Direito abre um leque de possibilidades, mas ser advogado é advogar pela sociedade. Lembrem sempre da importância do que foi jurado hoje”, disse.

O presidente Délio destacou ainda a necessidade de uma rede colaborativa no trabalho e chamou os novatos a participarem da OAB/DF. “Somos todos colegas, não inimigos. Precisamos um do outro em cada processo que fizermos. Todos trabalhamos por um bem maior. Quero convidar a todos também para fazerem parte das comissões, pois sem elas e sem a diretoria a Casa não anda. A OAB está de portas abertas para vocês. Estamos aqui com muita boa fé e bom trabalho”, finalizou.

Para exercer a advocacia
Para a nova advogada Katrine Wurlitzer, de 23 anos, a cerimônia foi emocionante. “É um momento muito importante e achei que os conselhos dos advogados, dos professores e do paraninfo foram fundamentais para exercermos a profissão. O juramento também foi emocionante, ele tem uma carga grande para nós atuarmos”, destacou.

Formado desde 2008, só agora o advogado Enoque Martins Vieira, de 62 anos, decidiu requerer a carteira da Ordem. “Atualmente, eu estava atuando como autônomo em diversas coisas. Mas sempre estou por aqui na OAB participando de aprendizados com outros colegas. E é sempre bom praticar para não esquecer, então, decidi advogar”, disse ele, que é também bacharel em economia e técnico de administração de materiais. “Para mim, é a coroação de um esforço”, completou.

Compuseram ainda a mesa de solenidade a secretária-geral adjunta da OAB/DF, Andréa Saboia de Arruda; o presidente da Comissão de Direito do Consumidor, Ricardo Barbosa Cardoso Nunes; o secretário-geral do Tribunal de Ética e Disciplina (TED), Thiago Guimarães Pereira; o presidente da subseção de Sobradinho, Márcio Eduardo Caixeta Borges; o conselheiro federal, Rodrigo Badaró; a diretora tesoureira e o diretor administrativo do Clube dos Advogados, Nylmara Pires de Oliveira Soares e Gustavo Rodrigues Suhet, respectivamente; e os conselheiros seccionais André Santos, Camilla Dias Gomes e Karina Amorim.

 

Comunicação OAB/DF
Texto: Neyrilene Costa (estagiária sob supervisão de Ana Lúcia Moura)

Fotos: Valter Zica


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: