Cerimônia de entrega de carteiras ressalta direitos e deveres dos advogados

Brasília, 15/09/2011 – A diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional do Distrito Federal (OAB/DF) entregou a novos profissionais 214 carteiras na manhã desta quinta-feira (15/09). Foram realizadas duas solenidades de compromisso, no auditório da Casa, para receber os advogados aprovados no Exame de Ordem. Além da diretoria da OAB/DF, conselheiros, advogados, familiares e amigos participaram da cerimônia. Os trabalhos foram conduzidos pelo presidente da Seccional, Francisco Caputo.

“O compromisso que os senhores firmaram aqui hoje é muito grave e é o que nos diferencia de todas as outras profissões. Nós temos a obrigação de ser bons profissionais, exercer com dedicação e ética o nosso mister. Mas quis o legislador entregar para nós a responsabilidade de defender a Constituição, os direitos humanos, a justiça social, enfim, essa obrigação que só nossa profissão tem. E nós queremos crer que com o apoio e o engajamento de todos os senhores conseguiremos atingir esse nobilíssimo objetivo”, afirmou Caputo

O orador da primeira turma, Gabriel Prado Leal, destacou a importância da inscrição do advogado público na OAB. “Ao lado de advogados iniciantes que lograram aprovação em um difícil, mas imprescindível Exame de Ordem, temos aqui vários integrantes da Advocacia Geral da União. Até algum tempo havia dúvidas se um membro da AGU deveria obrigatoriamente estar inscrito na Ordem. O advogado público federal é um advogado, e como tal a inscrição é obrigatória.”

“Estamos frente a uma turma de advogados que não naufragou nessa convenção de incompetência de algumas universidades, sendo aprovados no necessário Exame de Ordem, que difere o advogado do simples bacharel. São muitos que se formam todos os semestres, mas poucos na verdade exercerão a profissão, sendo por demais relevante o exame rígido da OAB, a fim de que os advogados ingressem em seus quadros com competência, ética e conhecimento, e vocês assim agora estão ingressando”, disse José Alberto Couto Maciel, paraninfo da turma.

Hamilton Cavalhido, orador da segunda turma, incentivou os advogados a acreditarem nos seus sonhos. “Eu já passei por tudo isso que vocês estão passando hoje e gostaria de dizer que, como vocês, tive muitos sonhos e conquistei tudo o que desejei. Hoje me sinto muito à vontade para dizer isso, porque sei exatamente o que cada um está sentindo. Todos os nossos sonhos de hoje poderão ser realizados.”

O paraninfo João Carlos Souto lembrou que o advogado atua com a liberdade e o patrimônio das pessoas. “O cliente coloca nas nossas mãos sua liberdade, seus bens mais importantes, e é preciso que os profissionais estejam efetivamente habilitados para a defesa de questões tão importantes.”

Para o recém-advogado André de Oliveira Alves, aprovado na primeira vez em que fez a prova, o sentimento é de felicidade. “Foi um momento único, porque marca o primeiro passo de uma carreira profissional. Só tenho que ressaltar minha alegria e poder contar com o apoio da OAB para me ajudar a trilhar esse caminho.

Além da carteira e do cartão de identificação profissional, os novos advogados receberam o bóton de identificação, a cartilha de prerrogativas e o livro “Oração aos Advogados / Oração aos Moços”.

Reportagem – Priscila Gonçalves
Coordenação de Comunicação – Jornalismo
OAB/DF


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: