OAB/DF dá boas-vindas a 52 novos advogadas e advogados

Em cerimônia virtual, nesta quinta-feira (10/9), a OAB/DF recebeu em seus quadros 52 novos advogadas e advogados. A solenidade de boas-vindas contou com a presença de membros da diretoria da Ordem, de conselheiros, de presidentes e membros de Subseções e teve como paraninfa a desembargadora federal do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), Daniele Maranhão.

A solenidade de entrega de carteiras foi conduzida pelo presidente da OAB/DF, Délio Lins e Silva Jr., que ressaltou a grandeza do momento. “Para mim, este é um dos eventos mais importantes da Casa, pois é a entrada de novos colegas da advocacia! Não tem como a gente não se emocionar com a chegada de vocês!”

O presidente disse que a Ordem está de portas abertas para todos. “Sintam-se abraçados, virtualmente. Esta é a Casa de vocês! Estamos aqui para ajudá-los de qualquer forma. Participem desta instituição e vamos trabalhar em prol da advocacia e da sociedade”, elencou.

A paraninfa da turma, Daniele Maranhão, destacou a felicidade do momento. “Essa é a minha primeira vez como paraninfa da OAB/DF e, para mim, é motivo de orgulho e, também, de uma responsabilidade muito grande”, disse.

A desembargadora falou sobre a importância da advocacia. “Eu sei que muitos estão com medo de não conseguir o que desejam e traçaram, mas posso dizer que o sucesso é individual. A experiência de exercer o que se ama tem o poder de transformar o mundo à sua volta. Então, lutem pela felicidade de vocês na carreira, pois, assim, vocês, também, poderão mudar a sociedade para melhor.”

Daniele Maranhão ressaltou, ainda, a importância de determinadas qualidades para a advocacia. “Vocês devem ter presentes o estudo, a dedicação, a determinação e o respeito. Deixem de lado toda a agressividade, os gritos fora de hora, e nada de falta de caráter. O advogado bom sabe ser ouvido, seja presencialmente ou virtualmente. Então, faça tudo com ética e justiça e lute por quem precisa”, aconselhou.

Para representar a turma de formandos, o novo advogado Rodrigo Paz pontuou que, para exercer o Direito, não há uma fórmula mágica. “O Direito é largo o suficiente para comportar vários carismas no exercício do ofício, e, por não existir uma fórmula pronta, devemos oferecer o pouco que temos, como nossa essência e dedicação ímpar, para mudar o curso da vida de alguns assistidos. Devemos retribuir o trabalho e a força com que foi permitida a nossa entrada nessa Casa; somente dessa forma contornaremos os obstáculos”, afirmou.

O orador falou, também, sobre a necessidade de uma atuação na advocacia capaz de ajudar a todos. “Queremos, sim, em um futuro próximo, participar de uma advocacia atuante e esperamos preencher cargos em comissões, coordenações, procuradorias e Subseções, conforme nossas necessidades e aptidões. Nosso objetivo comum é promover uma advocacia livre e imbuída de todas as prerrogativas capazes de possibilitar a permanência de um Estado Democrático de Direito estável e justo. Tudo isso para que possamos mudar as injustiças existentes na sociedade.”

Bem-vindos à OAB/DF

O presidente da Subseção de Sobradinho da OAB/DF, Márcio Caixeta, destacou a importância de os novos profissionais conhecerem as Subseções. “É um orgulho estar aqui com vocês e poder apresentar as Subseções, pois são 12 braços da Ordem. Em todas existem sedes e salas de apoio preparadas para vocês utilizarem. Escolham uma perto de vocês e participem. Estamos aqui para ajudar a superar as dificuldades, principalmente, desse início de carreira. Então, sejam bem-vindos e bons honorários.”

A conselheira federal Daniela Teixeira, presidente da Comissão Nacional da Advocacia Jovem, ressaltou a importância das comissões e da paridade de gênero nas diretorias da Ordem. “Fomos a primeira chapa da OAB a ter um sistema paritário, metade homem e metade mulher. É um orgulho para essa nova geração chegar aqui assim, com tantas mulheres. Há 25 anos, quando entrei, não tinha uma mulher na mesa para me entregar a carteira, então, ao ver isso hoje é uma vitória para toda a advocacia”, comemorou.

Outro ponto que Daniela Teixeira abordou foi a participação na Ordem. “Temos mais de 90 comissões temáticas na Casa. Participem! Tragam questões para debatermos para o bem da sociedade. Queremos que vocês saibam que a nova advocacia tem espaço para isso. Assim, busquem se atualizar e se capacitar sempre. Conheçam e façam cursos da Escola Superior da Advocacia do DF (ESA/DF) para se colocarem melhor ainda no mercado”, aconselhou.

O presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Distrito Federal (CAADF), Eduardo Uchôa Athayde, destacou a importância da instituição para a advocacia. “Costumo dizer que a CAADF é o braço assistencial da OAB/DF, pois trabalhamos lado a lado em prol da advocacia. Durante o período de pandemia, não paramos e desenvolvemos diversas iniciativas que visam ajudar a todos, como a plataforma de informações sobre o coronavírus, que conta com teleatendimento 24 horas, além de atendimento psicológico. Desenvolvemos, ainda, a Clínica PreCAAver, para cuidar da saúde da advocacia e, também, organizamos projetos assistenciais para amparar aqueles advogados que precisam de ajudas mais básicas”, disse. Conheça mais sobre os benefícios da Caixa no site.

Comunicação OAB/DF
Texto: Neyrilene Costa (estagiária sob a supervisão de Montserrat Bevilaqua)


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: