O presidente da OAB/DF, Francisco Caputo, em entrevista à rádio CBN, nesta terça, 23, reiterou seu posicionamento contrário à intervenção federal na administração do DF. Caputo não identifica condições objetivas que justifiquem uma intervenção, conforme previsto no texto constitucional. “São fatos graves que merecem uma apuração rigorosa e mais ampla. Um só fato da existência desse escândalo político não é suficiente para justificar uma medida tão drástica quanto a que o Ministério Público pretende, com a intervenção federal”, justifica o presidente, ao defender a autonomia do povo brasiliense. Ouça a íntegra da entrevista concedida pelo presidente da OAB/DF, Francisco Caputo, à Rádio CBN Brasília.