Brasília, 09/06/2012 – A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional do Distrito Federal, por seu presidente Francisco Caputo, lamenta o falecimento do ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça, Humberto Gomes de Barros, aos 73 anos, na sexta-feira (08/06). O corpo será velado hoje (09/02), das 17h às 22h, na capela 6 do Campo da Esperança.

“A advocacia brasiliense lastima profundamente a perda de um dos advogados históricos de nossa entidade, que por sua atuação combativa, seu espírito público e sua orientação ética ficará marcado para sempre na história da OAB/DF e servirá de exemplo para todas as gerações de advogados do Distrito Federal”, repercute Caputo.

Humberto Gomes de Barros, ex-procurador geral do DF, foi conselheiro federal em 1990 e tornou-se ministro pelo Quinto Constitucional. Aposentado há quatro anos do STJ, voltou a exercer a advocacia. Recentemente foi homenageado pela Ordem com a Medalha Miranda Lima, em reconhecimento aos seus relevantes serviços prestados à Justiça.

“O país, com certeza, perde um dos maiores expoentes na área jurídica. Humberto Gomes era uma pessoa muito querida na Procuradoria do DF e deixou uma lembrança de seriedade, de correção e, sobretudo de amizade. Por onde passou deixou um exemplo de jurista, de pai e de amigo. Sempre foi um grande conselheiro dos procuradores e deixará muita saudade”, homenageia o ex-procurador geral Rogério Leite Chaves.

Reportagem – Priscila Gonçalves
Comunicação Social – Jornalismo
OAB/DF