A presidente da OAB/DF, Estefânia Viveiros, se reuniu na tarde desta sexta-feira (25) com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Ellen Gracie, para tratar da greve dos advogados públicos. Estefânia foi designada pelo presidente nacional da OAB, Cezar Britto, para buscar a suspensão da liminar que considerou ilegal a greve. “A presidente Ellen Gracie fez questão de ouvir todas ponderações apresentadas pelo Conselho Federal antes de proferir sua decisão”, afirmou Estefânia. Os advogados protestam pelo não cumprimento do acordo salarial firmado pelo governo federal em 1° de novembro de 2007. Na terça-feira (22), a juíza substituta Iolete Maria Fialho de Oliveira, da 16ª Vara Federal do Distrito Federal, decidiu pela ilegalidade da paralização iniciada no dia 17. A presidente Estefânia e o presidente da Comissão de Prerrogativas da Seccional, Ibaneis Rocha Barros Júnior, foram nomeados representantes do Conselho Federal para atuar em todos os feitos necessários a à suspensão da liminar que considerou a greve ilegal. Na quarta-feira, a OAB ingressou no STF com reclamação dirigida à ministra Ellen Gracie. O pedido de liminar em caráter de urgência solicita a anulação da decisão da 16ª Vara. A ministra Ellen Gracie analisará a questão.