A posse do ministro Humberto Gomes de Barros, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), na Academia Brasiliense de Letras aconteceu na última terça-feira (05), no auditório térreo da OAB/DF. Ele foi eleito no dia 30 de julho deste ano para a cadeira de número 08, antes pertencente a Oscar Dias Corrêa. O ministro Gomes de Barros, que desde 2003 ocupa a cadeira de número 18 da Academia Alagoana de Letras, acredita que a leitura dos clássicos brasileiros e mundiais é atividade obrigatória para todos os magistrados e advogados.

Alagoano, de Maceió, o ministro está em Brasília desde 1962. Começou advogando e, em 1970, ajudou a fundar o Instituto dos Advogados do Distrito Federal. Foi procurador-Geral do DF por três anos. Entre 1986 e 1987, foi presidente do Colégio Nacional dos Procuradores-Gerais de Estado. Humberto Gomes de Barros é referência nas duas áreas: jurídica e cultural. Várias autoridades estiveram presentes na solenidade e foram recebidas pela presidente da OAB/DF, Estefânia Viveiros: Maria de Lourdes Abadia, governadora do DF, Renan Calheiros, presidente do Senado Federal, Raphael de Barros Monteiro Filho, presidente do STJ, os ministros do STJ Carlos Alberto Menezes Direito, Ari Pargendler, Luiz Fux, Fátima Nancy Andrighi, ministro Guilherme Palmeira, presidente do TCU, desembargadora Assusete Magalhães, presidente do TRF da 1ª Região, Mário Galofre Cano, embaixador da Colômbia, Luiz Osório, presidente da Academia Brasiliense de Letras, desembargador federal Carlos Mathias, desembargador do TJDFT Cruz Macedo, Reginaldo Oscar de Castro, membro Honorário Vitalício do Conselho Federal, Francisco Ferreira de Castro, membro Honorário Vitalício da OAB/DF, Osmar Alves de Melo, presidente da FAJ, Marcelo Ribeiro e Amauri Serralvo, conselheiros Federais da OAB/DF, os conselheiros da OAB/DF Rômulo Sulz e Alberto Vasconcelos e Eduardo Roriz, secretário-Geral eleito da entidade, dentre outras autoridades.