Brasília, 10/6/2014 – Jarbas Vasconcelos, presidente da OAB/PA, participará nesta terça-feira (10), às 19h, da sessão de desagravo público ao advogado José Gerardo Grossi, no plenário do Conselho Pleno da OAB/DF. O agravante é o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, por ferir as prerrogativas profissionais do advogado. A leitura da nota será feita pelo advogado criminalista Márcio Thomaz Bastos, que foi ministro da Justiça entre 2003 e 2007.

Joaquim Barbosa, ao indeferir o pedido de autorização de trabalho externo ao apenado José Dirceu, afirmou que a proposta de trabalho apresentada pelo escritório do advogado Grossi seria uma “mera action de complaisance entre copains”, ou seja, um arranjo entre amigos.

A realização do desagravo foi aprovada após votação do Conselho Pleno da Seccional da OAB, que entendeu a atitude do magistrado como ofensa ao advogado no exercício da profissão. Para o conselho, a proposta de trabalho revela legítima iniciativa por parte profissional essencial à administração da Justiça, o qual buscou com seu ato colaborar para a ressocialização de pessoa condenada, a fim de propiciar reinserção no seio da sociedade.

Comunicação social – jornalismo
OAB/DF