Os ministros Humberto Gomes de Barros e César Asfor Rocha assumiram nesta segunda-feira (07), respectivamente, a presidência e a vice-presidência do Superior Tribunal de Justiça (STJ). É a primeira vez que os cargos são ocupados simultaneamente por magistrados indicados pelo Quinto Constitucional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A presidente da OAB/DF, Estefânia Viveiros, participou da solenidade de posse. “É muito gratificante ter dois membros tão qualificados, vindos da Ordem dos Advogados do Brasil, na presidência do tribunal”, disse Estefânia.

Advogado inscrito na OAB/DF sob o número 350, o ministro Humberto Gomes de Barros foi conselheiro da Seccional por oito biênios consecutivos, de 1969 a 1985. Exerceu o mesmo cargo em 1990 e foi conselheiro federal da OAB nacional pelo Distrito Federal, em 1991. Natural de Alagoas, Gomes de Barros está radicado em Brasília há mais de trinta anos. Ele ficará pouco mais de quatro meses no cargo porque, em 23 de julho, completará 70 anos de idade – limite para deixar a carreira no Poder Judiciário.

O ministro César Asfor Rocha substituirá o colega e terá um mandato de dois anos, no biênio 2008-2010. Advogado militante, Asfor Rocha atou na OAB/CE entre 1972 e 1992, quando tomou posse como ministro. Também foi vice-presidente da Seccional do Ceará da Ordem dos Advogados do Brasil.