O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, participou nesta segunda-feira (4) do 1° Seminário Internacional de Direito Ambiental da OAB/DF (516 norte). Minc foi conferencista do painel O Estado do Ambiente no Brasil. Ele defendeu uma participação maior do Ministério do Meio Ambiente na formulação dos programas do governo brasileiro.  O ministro citou o projeto destinado à construção de um milhão de casas populares, lançado pelo presidente Lula. Ele disse que sugeriu à ministra Dilma Rousseff a instalação de painéis solares nas casas, com o objetivo de economizar energia. “Casa popular é boa para combater a favelização das encostas”, afirmou.  Segundo Minc, os diferentes programas governamentais relacionados ao desenvolvimento econômico, agrário e social do País devem ter a participação efetiva da pasta de meio ambiente. “Uma coisa é transversalidade na teoria, outra é de fato, na política”, disse.  O seminário foi aberto pelo presidente da Comissão de Meio Ambiente da OAB/DF, conselheiro Aluisio Xavier; pela presidente da Comissão de Direito Ambiental da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN), Sheila Abed; e pelo ministro do  Superior Tribunal de Justiça (STJ) Herman Benjamin.