Ministros tomam posse no TST

O Tribunal Superior do Trabalho realizou nesta segunda-feira (2) a sessão solene de posse da nova direção para o biênio 2009/2011. Com base no critério de antiguidade, assumiu a presidência o ministro Milton de Moura França. A vice-presidência será exercida pelo ministro João Oreste Dalazen e a corregedoria-geral da Justiça do Trabalho, pelo ministro Carlos Alberto Reis de Paula. A presidente da OAB/DF, Estefânia Viveiros, e o conselheiro federal Roberto Caldas estiveram no evento. Os três dirigentes fizeram carreira como magistrados do trabalho. França tem 67 anos e nasceu em Cunha, no interior de São Paulo. Formou-se em Direito pela Universidade de Taubaté, cidade em que atuou como advogado e professor. Em 1975, ingressou na magistratura do Trabalho. Foi promovido a juiz do TRT da 15ª Região (com sede em Campinas/SP) em 1991, e cinco anos depois chegou a ministro do TST, onde, nos dois últimos anos, exerceu a vice-presidência. Dalazen, de 56 anos, é gaúcho de Getúlio Vargas. Fez carreira como juiz do Trabalho no Paraná, iniciada em 1980. Ele chegou ao TST em 1996 e é professor de Direito na Universidade de Brasília. De 2007 a 2009, exerceu o cargo de corregedor-geral da Justiça do Trabalho e, nessa condição, visitou os 24 tribunais regionais do trabalho a fim de verificar a regularidade da tramitação processual e a qualidade dos serviços prestados aos cidadãos. Corregedoria Aos 65 anos, Reis de Paula é mineiro de Pedro Leopoldo e doutor em Direito pela Universidade de Minas Gerais. Fez carreira como professor e juiz do trabalho. Em 1998, assumiu o cargo de ministro no TST e, de 2007 a 2009, dirigiu a Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (Enamat). Com informações do TST


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: