O ministro Carlos Alberto Menezes Direito, do Supremo Tribunal Federal, faleceu na madrugada desta terça-feira (1), no Rio de Janeiro (RJ). Ele estava afastado das funções desde maio para tratamento médico. A presidente da OAB/DF, Estefânia Viveiros, manifestou pesar pelo falecimento do ministro. “A família forense perde um de seus mais brilhantes julgadores”, disse Estefânia. Menezes de Direito completaria 67 anos no dia 8 de setembro. Ele deixa esposa, três filhos e neto. O ministro ingressou no Supremo há dois anos. Antes, ele fez parte do Superior Tribunal de Justiça por onze anos. “O ministro era conhecido pela sua cultura e pela sua memória, e conhecia Direito como ninguém”, destaca a presidente da OAB/DF. O velório do ministro ocorrerá, a partir das 10h, no Centro Cultural da Justiça Federal (Av. Rio Branco, 241 – Centro, Rio de Janeiro) – antigo prédio do Supremo Tribunal Federal. O enterro será às 17h, no cemitério São João Batista. Com informações do Supremo Tribunal Federal