O presidente em exercício da OAB-DF, Paulo Thompson Flores, fez algumas considerações sobre o ensino jurídico e o Exame de Ordem a estudantes de Direito e membros da Comissão de Apoio ao Advogado Iniciante na noite desta quinta-feira (24). O encontro foi realizado na sede da OAB-DF a convite do presidente da Comissão, Jacques Veloso.

Durante a apresentação, Thompson ressaltou que a partir de 1996 o ensino jurídico sofreu uma transformação notável. Uma portaria estabelecida pelo Ministério da Educação instituiu a necessidade do trabalho final de curso e dos núcleos de prática jurídica para formação no curso de Direito.

“Não é verdade que exista uma crise generalizada no ensino jurídico”, disse Thompson. Ele aponta que a melhoria na infra-estrutura dos cursos é um dos aspectos positivos. Apesar disso, Thompson disse que o grande problema é o crescimento desordenado dos cursos que leva a uma queda na qualidade do ensino. “Isso se traduz no Exame de Ordem”, acrescentou.