A história da OAB/DF caminha junto com a de Brasília. As duas são quase sessentonas. A Seccional se instalou na capital em 25 maio de 1960, 34 dias após a inauguração da cidade. Deste então, luta não apenas pela advocacia, mas principalmente pela cidadania, pela sociedade, pela justiça, pela manutenção do Estado Democrático de Direito e por um Distrito Federal mais justo e igualitário.

Nos primeiros anos, a Ordem funcionava numa pequena sala do sétimo andar do Tribunal de Justiça, à época o Edifício nº 6 da Esplanada dos Ministérios. De lá para cá, muitas mudanças ocorreram na estrutura da Seccional e na cidade sede dos Três Poderes que a abriga.

A OAB/DF tem hoje seu prédio próprio, um clube, 11 subseções, 87 comissões temáticas ocupadas por mais de 2 mil membros, uma ampla carteira de benefícios aos seus associados, uma escola superior de advocacia e um programa de atendimento jurídico à população que atende mais de 6 mil pessoas por ano em situação de vulnerabilidade.

A Brasília planejada para menos de 1 milhão de habitantes, e que completa 59 anos neste 21 de abril, abriga hoje mais de três milhões de pessoas em cerca de 800 mil moradias. A OAB/DF acompanhou cada passo deste crescimento, interferindo diretamente nas discussões e decisões para que os direitos da população fossem assegurados ao longo das mudanças.

É nesse contexto que a OAB/DF, hoje com um Presidente nascido, criado e amante da cidade, homenageia a Capital da República e toda a história de lutas dessa Seccional, prestando reverência a todos os ex-presidentes que, cada um a sua maneira e em sua época, contribuíram para o desenvolvimento da Ordem no Distrito Federal. Afinal, como costuma dizer o atual Presidente, Délio Lins e Silva Junior, “todas as gestões que passaram pela nossa Casa merecem respeito e admiração, pois prestaram suas colaborações para uma Seccional em eterna construção”. Viva Brasília! Viva a OAB/DF!