Nota de falecimento – Valdir Campos Lima

É com profundo pesar que a Seccional da OAB do Distrito Federal informa o falecimento do advogado trabalhista Valdir Campos Lima. O advogado, que já foi agraciado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10) com a Ordem do Mérito de Dom Bosco, faleceu na noite desta quinta-feira (9), em Brasília. Formado pela UnB em 1966 e com curso de pós-graduação em Direito do Trabalho, Valdir atuava como advogado na área trabalhista desde 1975.

Para presidente da OAB/DF, Juliano Costa Couto, o advogado era “grande baluarte e referência ética da advocacia trabalhista, que perde uma grande liderança. Deus conforte a família do amigo”.

O presidente da Associação de Advogados Trabalhistas do DF, Carlúcio Coelho, era amigo e sócio há 32 anos. Carlucio o considerava com um pai.“Dr Valdir era uma unanimidade entre todos os advogados que tiveram o privilégio de trabalhar com ele. Ele tinha uma forma extremamente gentil, amiga e ética de tratar e de trabalhar. Era uma pessoa de trato fácil, que não colocava obstáculos em nada, uma pessoa muito fiel”.

Antonio Alves, diretor-tesoureiro da OAB/DF, afirmou que o falecimento do advogado deixa uma grande lacuna na Advocacia. “Dr. Valdir foi um profissional ético, amigo, estudioso, solidário e, sobretudo, um grande ser humano. Sua leveza e elegância vão fazer muita falta. Desejo ao amigo muita paz!”.

Para o conselheiro federal da Seccional Severino Cajazeiras, Valdir era o maior exemplo de profissional que ele já conheceu “Foi advogado que sempre trabalhou e se pautou pela ética, pela decência, pela educação no trato com seu ex-adversos, sobretudo com os advogados em início de carreira. Pude testemunhar todos esses fatos na vida desse grande profissional, deste grande advogado que deixa uma lacuna muito grande na advocacia do distrito federal. Era um exemplo a ser seguido pelas novas gerações”.

Valdir Campos Lima  foi professor em cursos de Direito Penal e do Trabalho no Centro de Ensino Unificado de Brasília (Ceub), entre 1979 e 1984, e presidente da Associação dos Advogados Trabalhistas do Distrito Federal, em 1995.  Em 1992, recebeu, do TRT-10, a comenda da Ordem do Mérito de Dom Bosco, no grau de grande oficial. Em 1980 abriu seu próprio escritório, que tinha na área trabalhista uma de suas principais atividades.

O velório será realizado na Igreja Presbiteriana de Brasília (Entrequadra Sul 313/314), às 15h30, e o sepultamento às 17h30, no Cemitério Campo da Esperança. Com informações do TRT10

Pesar – A Seccional da OAB do Distrito Federal também se solidariza com a família Britto pelo falecimento de Manuel Cardozo Aragão, de 91 anos, pai do ex-presidente nacional da OAB, Cezar Britto, nesta quarta-feira, em Aracaju.

“Nos solidarizamos neste momento de profundo pesar. Deixamos nossas sinceras condolências à família e amigos por esta inestimável perda”, disse Juliano Costa Couto, presidente da OAB/DF.


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: