A OAB/DF manifesta seu pesar pelo falecimento do advogado Francisco de Faria Pereira, ocorrido nesta quarta-feira (1o/7).

Chiquinho Faria, como era carinhosamente chamado, inscrito nos quadros da OAB/DF desde 1968, sob o número 263-A, tinha 88 anos e deixa um legado inestimável de décadas de trabalho dedicado à advocacia no Distrito Federal. O advogado atuou também no estado de Goiás, com a inscrição 898.

Nesse momento de consternação, a Ordem oferece suas condolências e solidariedade aos familiares e amigos.

Em razão das medidas sanitárias em vigor, não haverá velório e o sepultamento será restrito aos familiares.