A presidente da OAB/DF, Estefânia Viveiros, declarou hoje (24) no programa “Direto de Brasília,” da TV Record, que a Ordem dos Advogados do Brasil não espera um recrudescimento do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) e que o governo cumpra a promessa de ampliar os assentamentos e assegurar uma reforma agrária pacífica. As declarações foram feitas ao comentar notícias veiculadas pela imprensa, segundo as quais o MST estaria se preparando para uma nova onda de invasões em todo o País. “A OAB já teve oportunidade de dialogar com o MST e já deixou clara a sua posição no sentido de que sejam respeitadas as leis e a Constituição”, afirmou.   Entrevistada pelo jornalista Otto Sarkis, em programa transmitido também para Portugal e os países de língua portuguesa da África, Estefânia Viveiros comentou também a campanha para a presidência da Câmara dos Deputados, observando que a disputa entre dois candidatos do PT (Luiz Eduardo Greenhalgh e Virgílio Guimarães) pode ser o prenúncio de novos problemas do governo com sua base no Congresso. “O que lamentamos em tudo isso é o visível jogo de interesses, de trocas de favores, promessas de cargos e outros benefícios em uma campanha que devia se circunscrever à Câmara dos Deputados. Não é bom para a imagem da Casa”, afirmou.