OAB/DF e CAADF promovem campanha para doação de sangue

A Seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/DF) e a Caixa de Assistência dos Advogados do Distrito Federal (CAADF) estão promovendo uma campanha de doação de sangue para a Fundação Hemocentro de Brasília (FHB).

“Os estoques do banco de sangue do nosso Hemocentro estão novamente em níveis perigosos, por isso, a Comissão de Direito à Saúde da OAB/DF e a Caixa de Assistência estão com a campanha da doação de sangue, venha participar”, convida Eduardo Uchôa Athayde, presidente da CAADF, em vídeo da campanha.

Para doar é muito simples, ao chegar no Hemocentro, os doadores passam por uma pequena triagem e todo o processo dura em torno de 20 a 30 minutos, respeitando todos os protocolos de segurança com relação à Covid-19.

É preciso ter entre 18 anos e 69 anos, estar em boas condições de saúde, pesar mais de 51 quilos, apresentar documento de identificação oficial com foto, ter dormido pelo menos seis horas, com qualidade, na noite anterior à doação, não ter ingerido bebida alcoólica ou usado narguilé nas 12 horas anteriores à doação, não fumar duas horas antes da doação, e não estar em uso de medicamentos.

São impedidos de doar sangue pessoas que tiverem colocado piercings ou feito endoscopia nos últimos 6 meses, feito tatuagem ou maquiagem definitiva nos últimos 12 meses. Para agendar sua doação, é só clicar aqui

“A gente esquece que em tempos de pandemia, as pessoas não estão saindo. O número de doadores baixou drasticamente, porém acidentes continuam acontecendo, as coisas continuam acontecendo. Infelizmente, os estoques do Hemocentro estão baixos, então precisamos colaborar, ajudar”, comenta Fabrício Reis, vice-presidente da Comissão de Direito à Saúde da OAB/DF.

Caso tenha sintomas gripais ou febris, ou contato com uma pessoa infectada ou com suspeita de Covid-19, deve-se aguardar pelo menos 14 dias após a recuperação completa dos sintomas para doar. No caso de confirmação de infecção pela Covid, é preciso aguardar 30 dias após a recuperação completa dos sintomas. 

“Doação de sangue é um ato de amor, de generosidade, de humanidade. É quando você doa aquilo que tem de mais precioso, que é o sangue humano. Temos tantas pessoas internadas por conta da Covid, mas que não esqueçamos que os acidentes não param, as cirurgias não param e as pessoas continuam ficando doentes. Assim, neste momento de isolamento, devemos fazer o possível para doar”, diz a presidente da Comissão de Direito à Saúde, Alexandra Moreschi.

O FHB disponibiliza os níveis do estoque de sangue por meio do site, os dados são atualizados todos os dias, você pode acessá-los aqui. Todas as informações também podem ser acessadas por meio das redes sociais do FHB. 

Texto por Rayssa Carneiro (estagiária sob supervisão de Montserrat Bevilaqua)

Comunicação OAB/DF


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: