A seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/DF) vai homenagear oito mulheres pelos relevantes serviços prestados à Justiça, ao Direito e à sociedade. Êda Coutinho, Elisabeth Regina, Jacira da Costa França, Joênia Wapichana, Maria Dionne Araújo Felipe, Maria Elizabeth Guimarães Teixeira Rocha, Marilda Silveira e Patrícia Oliver vão receber na próxima quinta-feira (14) a medalha Myrthes Campos, a mais alta comenda da advocacia.

A outorga integra uma série de atividades que a OAB/DF fará em homenagem às mulheres no mês de março. Além da condecoração, estão previstas uma roda de conversa, na terça-feira (12), às 10h, e um happy hour no dia 15, às 19h. As seccionais da OAB/DF nas regiões administrativas também farão eventos comemorativos. “Queremos reforçar a importância desta data, da busca permanente das mulheres por direitos”, afirma o presidente da OAB/DF, Délio Lins e Silva Junior. Ele lembra que 50% do Conselho da OAB/DF é formado por mulheres. “Estamos hoje na OAB mais paritária de todas as seccionais”, comenta.

Com o tema empoderamento e empreendedorismo das advogadas e preconceito no cotidiano de trabalho, a roda de conversa será conduzida pela presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB/DF, Nildete Santana de Oliveira, pela vice-presidente, Gabriela Marcondes, pela secretária-geral, Joana Darc de Mello e pela integrante da Comissão, Cecília Andrade Rocha. O happy hour será no Clube da OAB/DF. “Queremos dizer às mulheres que a luta delas é nossa luta. Elas não estão sozinhas, e ainda há um longo caminho a ser seguido”, afirma Nildete.

A cerimônia de outorga da medalha Myrthes Campos ocorrerá na sede da OAB/DF, às 19h, com a presença de vários juristas, e será precedida por uma palestra da ex-ministra e Advogada-Geral da União, Grace Mendonça.

As oito homenageadas

As oito homenageadas têm em comum a advocacia e a defesa da causa feminina. Êda Coutinho, fundadora do IESB, levou o curso de direito para Ceilândia, uma das maiores e mais antigas regiões administrativas do DF.

Elisabeth Regina, procuradora federal aposentada e pró-reitora acadêmica do UNICEUB, foi responsável pela reforma e ampliação do espaço para as mulheres detentas, grávidas e lactantes da Colmeia, presídio feminino do DF. Jacira da Costa França, foi procuradora-chefe da Fundação Cultural Palmares e defendeu a causa feminina, especialmente da mulher negra e de comunidade quilombolas.

Primeira indígena brasileira eleita deputada federal, Joênia Wapichana se notabilizou também por ser ter sido a primeira advogada indígena a comparecer perante o Supremo Tribunal Federal para defender um caso de disputa de terras.

Maria Dionne Araújo Felipe, procuradora da Fazenda Nacional, defendeu a causa feminina nas diferentes esferas por onde passou. Ela presidiu a Comissão de Exame de Ordem e a Sexta Turma do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/DF. Atualmente integra a Associação Brasileira das Advogadas.

A magistrada Maria Elizabeth Guimarães Teixeira Rocha foi a primeira ministra do Superior Tribunal Militar (STM) e a primeira a assumir a presidência do STM em 206 anos. Professora de Direito Administrativo e Eleitoral da graduação e do mestrado da Escola de Direito de Brasília do Instituto Brasileiro de Direito Público (EDB/IDP), Marilda Silveira integra a diretoria do Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral (IBRAD) e é membro fundadora da Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Público (ABRADEP).

Patrícia Oliver fundou o Conselho de Mulheres Cristã do Brasil, associação que atende a mulheres vítimas de violência, promove cursos de capacitação e restaura a auto estima feminina em vários estados do Brasil e em 17 regiões administrativas do DF.

A OAB/DF batizou a medalha com o nome de Myrthes Campos por ser ela a primeira mulher a exercer a advocacia no Brasil.

Semana do Dia Internacional da Mulher

Dia 12
Roda de Conversa
Empoderamento e empreendedorismo da mulher advogada e preconceito
Com Cecília Andrade, Nildete Santana e Joana Mello e mediação de Grabriela Marcondes

Local: auditório mezanino da OAB/DF, na 516 Norte
Horário: 10h

Dia 14
Cerimônia da outorga da Medalha Myrthes Gomes de Campos

Palestra com Grace Mendonça, ex-ministra e Advogada-Geral da União

Local: auditório térreo da OAB/DF, na 516 Norte
Horário: 19h

Dia 15
Happy hour

Local: Clube da OAB/DF, na SHIS, trecho 2
Horário: 19h