OAB/DF recebe 40 novos profissionais do Direito nesta tarde

Nesta segunda-feira (08/02), a Seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/DF) recebeu, em duas solenidades de entrega de carteiras, 40 novos profissionais do Direito. Os eventos ocorreram de maneira híbrida (presencial e virtualmente), respeitando todos os protocolos de saúde para a prevenção da Covid-19 e foram transmitidos pelo canal oficial da OAB no YouTube.

Na primeira cerimônia, transmitida a partir das 14h20, a oradora da turma foi Kelma Nayara Braúma Costa (na foto recebendo a sua carteirinha). O paraninfo foi o presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da OAB-DF, Bruno Henrique de Lima Faria. Foram 15 compromissandos presentes na OAB/DF e seis virtualmente prestando juramento à Ordem.

Kelma destacou em suas palavras as dificuldades porque todos passaram para estar, hoje, recebendo suas carteirinhas da OAB. Falou da resiliência, da força de vontade e da determinação de cada um para chegar a essa conquista, bem como ser motivo de orgulho estar ali. Trouxe uma reflexão sobre o exercício da profissão: lutar por Justiça, “especialmente a Justiça social”. Resgatou o conceito de Justiça por Platão, na obra “A República”, que envolve: “temperança, coragem e sabedoria”. “Alinhar essas três virtudes é o nosso grande desafio em sociedade”, afirmou. Lembrou que cabe a advogadas e advogados agir com “honra, nobreza e dignidade”. Segundo ela, “sem deixar que interesses materiais fiquem acima da ética”. Por fim, disse: “Se houver conflito entre Direito e Justiça, lute pela Justiça.”

O paraninfo Bruno Henrique de Lima Faria declarou que as palavras da oradora vinham ao encontro do que gostaria de dizer, pois, para ele, “a advocacia é uma profissão de fé”. Ele trouxe recordações de quando recebeu sua carteirinha, faz 15 anos. Pontuou que “só advoga quem realmente gosta; quem tem a defesa do Estado democrático de Direito e a defesa dos desvalidos como objetivos”. Aconselhou ao final: “Não busquem o sucesso! Trabalhem para alcançar o sucesso!” Deu, então, as boas-vindas a todas e a todos.

Falando em nome das Subseções, o secretário-geral da OAB/DF, Márcio de Souza Oliveira, que por duas vezes foi presidente da Subseção de Sobradinho, ressaltou a importância de participar de Comissões, seja nas subseções, seja na Seccional. “Como disse o paraninfo, Bruno, não existe sucesso sem trabalho. Vocês vão se identificar, certamente, e brilhar ao inscreverem-se em comissões da Seccional ou de Subseções”, observou.

Para encerrar essa primeira cerimônia, o presidente da OAB/DF Délio Lins e Silva Jr., também, recordou quando recebeu a sua carteirinha, falando da importância do momento e do sentimento de gratidão pela diretoria que o acolheu. Ressaltou a emoção que as famílias sentem nessa conquista de cada advogada e de cada advogado. Retomou as palavras da oradora e do paraninfo, destacando o exemplo de perseverança de Bruno Henrique Faria. “Ele tem a melhor redação que eu li entre profissionais de Direito, superando suas dificuldades.” Ao concluir, recomendou que os compromissandos estudem mais (estudem sempre) coloquem a ética em primeiro lugar e, sobretudo, tenham muito amor por tudo o que fizerem.

Além de Délio, Márcio de Souza Oliveira e Bruno Henrique Faria, o diretor tesoureiro da OAB/DF, Paulo Maurício Siqueira, participou da mesa dessa primeira cerimônia.

Assista na íntegra a cerimônia aqui.

SEGUNDA CERIMÔNIA

Mais 19 compromissandos prestaram juramento e receberam suas carteirinhas, na segunda cerimônia realizada nesta segunda-feira – cinco deles no modo virtual.

O orador dessa turma foi Othon Pantoja Oliveira de Azevedo (na foto recebendo o seu certificado de participação). Ele destacou a importância da advocacia para assegurar o Estado Democrático de Direito. “O Estado democrático de Direito foi tão somente anunciado, e não implementado… pode ter retrocessos… a depender do momento político. Daí a importância do advogado e da advogada, pois de todas as funções em sede de Justiça, é a única que não se encontra presa às correntes das instituições… É fundamental a independência da OAB, que vem para concretizar o ideal do Estado democrático de Direito”, disse em síntese.

O paraninfo dessa turma foi o conselheiro André Santos, que destacou seus conselhos em algumas frases essenciais, segundo o seu entendimento: “Acreditem em seus sonhos, pois o fato de ser um advogado em início de carreira não quer dizer que você não saiba o que está sendo proposto, a demanda”, afirmou inicialmente.

“Façam contratos escritos”, disse André Santos em seguida, lembrando que passados os anos – e muitos processos demoram vários anos – nem o advogado e nem o cliente lembrarão o que se combinou “de boca”. Ele detalhou que é preciso pensar como cobrar, quando e sabendo que é preciso pensar em despesas, demora da causa etc.

“Respeitem seus clientes; honrem seus clientes.” O paraninfo lembrou que é necessário oferecer um tratamento respeitoso a quem contrata um advogado, dando resposta a suas consultas, sempre. “Cuidem dos clientes como se fossem seus filhos”, acentuou.

“Respeitem os seus colegas. Tenham empatia”, um mandamento primordial para quem exerce a profissão, segundo André Santos. Os conselhos finais foram: “Tenham ética”; “Sejam resilientes”; “Respeitem a liturgia”; “Jamais garantam um processo para o seu cliente, pois não existe causa ganha”; “Continuem estudando e se preparando”. As últimas palavras foram de agradecimentos aos familiares, para quem o paraninfo pediu salva de palmas, e a reflexão: “Sem advogado não há Justiça; sem Justiça não há Estado democrático de Direito.”

No encerramento dessa cerimônia, o presidente da Subseção de Sobradinho, Márcio Caixeta, convidou os compromissandos a participarem das atividades da OAB/DF, nas Subseções e na Seccional. Afirmou que esta gestão é proativa e tem levado os serviços às pontas do Distrito Federal. “Bem-vindos e bons honorários!”, festejou.

O presidente da Seccional, Délio Lins e Silva Jr., resumiu o sentimento da tarde em uma frase: “Sejam o advogado(a) que contratariam”. Concluiu dizendo que a OAB é feita de sonhadores que realizam seus ideais.

O diretor tesoureiro da OAB/DF, Paulo Maurício Siqueira, e o secretário-geral, Márcio de Souza Oliveira participaram da mesa dessa segunda cerimônia.

Assista na íntegra a cerimônia aqui.

Comunicação OAB/DF
Texto: Montserrat Bevilaqua
Fotos: Valter Zica


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: