Brasília, 06/07/2011 – A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do DF, reconhece o empenho dos patrocinadores e apoiadores que ajudaram a tornar a VII Conferência dos Advogados do DF realidade.

Durante 31 de maio, 1º e 2 de junho, os profissionais da Capital debateram a função social do advogado. Grandes nomes do Direito, como os ministros do STF Ayres Britto, Dias Toffoli e Cármem Lúcia; advogados, como Antônio Carlos Marcato, Gustavo Binenbojm, Alberto Toron; e juristas, como Celso Antônio Bandeira de Mello deram suas valiosas contribuições para a formação de advogados comprometidos com seu papel social.

O evento produziu a Carta de Brasília. No texto, a classe reafirma seu compromisso na defesa dos ideais democráticos e libertários. Diz que o advogado além de ter consciência de sua função social como defensor e concretizador dos mandamentos constitucionais deve “assumir o papel de agente transformador da realidade social que o cerca”.

No documento, os profissionais reprovam a reforma do Código de Processo Civil (CPC) e a tentativa de se limitar o número de recursos. E desejam maior colaboração entre a Magistratura, a Advocacia e o Ministério Público.

A OAB/DF acredita que a melhor Conferência do DF foi possível também pelo apoio e crédito de seus patrocinadores e apoiadores. “Muito obrigado!”.

Arte – Jorge Humberto Ribeiro
Assessoria de Comunicação – OAB/DF