Brasília, 30/01/2013 – O presidente da OAB/DF, Ibaneis Rocha, reuniu-se com o procurador-geral do Distrito Federal, Marcelo Castelo Branco, para apresentar apoio às reivindicações dos procuradores do DF. O encontro aconteceu nesta quarta-feira (30/01) e contou com a participação do presidente da Associação Nacional dos Procuradores do Estado (Anape), Marcello Terto, do conselheiro federal Marcelo Galvão e de vários procuradores da Casa.

Ibaneis agradeceu a receptividade e disse que “diante do trabalho que a Ordem tem feito com as entidades representativas e sindicatos, passamos a atuar realmente como representante também desses procuradores, e o que apresentamos hoje é um embasamento à causa desses profissionais”.

Castelo Branco destacou a importância do trabalho em conjunto. “Nossas instituições são parceiras, tem um histórico de colaboração mútua, e os procuradores que colaboram com a Seccional estão nos representando muito bem. Estou muito feliz com essa visita e pretendo continuar investindo nessa relação saudável e pró-ativa”.

Durante a reunião, o procurador-geral apresentou alguns projetos que estão em andamento para melhorar a defesa do interesse público. Castelo Branco pediu o apoio da OAB/DF junto ao Governo do Distrito Federal (GDF). Ibaneis Rocha disse que a participação da Seccional pode ser bastante salutar quanto aos pleitos.

Marcello Terto, presidente da Anape, disse que o encontro foi muito proveitoso e que o presidente da Seccional conseguiu expor todos os pontos importantes. “A presença da OAB/DF é um respaldo, é algo que soma forças às nossas lutas pela valorização da advocacia pública e legitima esse discurso de estruturação da nossa carreira”.

O conselheiro federal Marcelo Galvão falou sobre a interação das duas entidades. “A advocacia pública faz parte da Ordem e está muito bem representada. É muito importante que continue esse contato, esse auxílio mútuo, pois é de interesse público. As duas casas têm muito o que trabalhar conjuntamente em prol da advocacia pública e da advocacia como um todo”.

Reportagem e foto – Priscila Gonçalves
Comunicação Social – Jornalismo
OAB/DF