Brasília, 02/04/2012 – Sob a orientação do presidente da OAB/DF, Francisco Caputo, o secretário-geral Lincoln de Oliveira defendeu a implantação do Cadastro Nacional de Prerrogativas no Colégio de Presidentes das OABs de todo o país, realizado na última sexta-feira (30/03) em São Paulo.

Segundo explicou o secretário-geral, será criado um banco de dados em cada uma das Seccionais, onde ficarão registrados todos os casos de violação aos direitos dos advogados no exercício da profissão.

Para garantir a eficácia, o cadastro deverá ser atualizado periodicamente por todas as seccionais da OAB. “É uma questão que afeta advogados de todo o Brasil, e essa iniciativa visa orientar a política de defesa do exercício profissional”, destacou Lincoln.

Sobre as transferências
Para agilizar processos de transferência de inscrição de advogados, Lincoln de Oliveira sugeriu ao Colégio que fosse inserido no documento final do encontro que os pedidos de transferência sejam feitos por meio das Seccionais. “Isso poupará tempo e gastos com viagens, facilitará o trabalho do profissional e oferecerá mais comodidade”, afirmou.

Reportagem – Helena Cirineu
Foto – Valter Zica
Comunicação Social – Jornalismo
OAB/DF