Brasília, 17/03/2016 – Em solenidade de entregas de carteiras profissionais a novos advogados, realizada na última quarta-feira (16), na OAB do Distrito Federal, Cid Utsch Jorge, aos 88 anos e esbanjando vitalidade, recebeu sua nova carteira da Seccional, entregue pelo presidente da Ordem, Juliano Costa Couto.

Ao ser questionado sobre o motivo de sua volta após alguns anos sem atuar, Jorge afirmou que o momento vivido pelo país, em todos os aspectos e áreas, exige dele uma postura de atuação como cidadão brasileiro. Para ele, essa atuação não deve ser limitada pela idade física.

“Esse dever permanece conosco enquanto somos senhores de nossas idéias, sabemos expressá-las, defini-las e também compartilhar com a sociedade e com toda a comunidade onde alcance nossa atuação e nossa voz”, ressaltou.

88 anosNascido em 1928, na cidade de Conceição do Mato Dentro (MG), Jorge conseguiu sua primeira inscrição na OAB/DF em 1972, aos 44 anos. No entanto, algum tempo depois pediu o cancelamento da sua carteira da Ordem e foi trabalhar em área diversa da advocacia. Na época, sua inscrição era a de número 1880, motivo do qual ele lembra com orgulho.

“Pelo número podem avaliar a minha emoção de estar aqui hoje retornando a esta Casa, que foi a primeira da qual fui investido na qualidade de advogado. Nela volto como advogado e nela permanecerei como advogado enquanto durarem minhas faculdades físicas e mentais condizentes com a atuação”, disse Jorge.

De acordo com ele, em sua cidade natal, Conceição do Mato Dentro, além de atuar no comércio, pegava também algumas causas em áreas variadas, desde o Direito Civil passando pelo Direito Penal. “Sendo uma cidade pequena a gente atua muito sobre nomeação”, lembrou. Jorge disse ainda que sua maior pretensão, nessa volta à advocacia, é atuar na área de família. “Exatamente a área em que, com essa maturidade, posso atuar com muito proveito”.

 

Comunicação Social – OAB/DF
Fotos: Valter Zica