A Ordem dos Advogados do Brasil no DF e as seccionais dos outros estados se reunirão no dia 18 de agosto com integrantes do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), para discutir medidas de fiscalização a irregularidades cometidas em campanha. Entre as ações está a possibilidade de instalar um prefixo 0800 nas seccionais, para o eleitor relatar casos de crimes eleitorais.

No Distrito Federal, a Ordem disponibilizará uma opção em seu site, para denúncias. “Daremos orientações à população sobre como proceder em caso de compra de votos, propaganda irregular, abuso do poder econômico e político e faremos o encaminhamento ao Ministério Público Eleitoral e à Polícia Federal”, afirmou o presidente da OAB/DF, Francisco Caputo. A entidade também firmará convênio com o Conselho Regional de Contabilidade, para monitorar os gastos de campanha e as prestações de contas.