Em 2004, a OAB/DF entrou na era do pregão eletrônico. O sistema de compra através desta modalidade, disponível no site do Banco do Brasil, foi usado pela primeira vez em março. De março a novembro foram 18 licitações para compra de materiais diversos, no valor total de R$ 327.622,00.  O sistema eletrônico de compras foi adotado inicialmente pelo Conselho Federal da OAB, em fevereiro deste ano. As compras são realizadas em sessão pública, na chamada “sala virtual de disputa”, o que imprime transparência aos procedimentos de compra, agilidade e otimização de recursos.  A OAB/DF usou o pregão do BB para comprar desde material de copa e cozinha, suprimentos e equipamentos de informática até serviços de arquitetos e engenheiros. O material adquirido destinou-se ao consumo na própria sede e nas subseções do Distrito Federal.