OAB/DF lamenta falecimento de Paulo Thompson Flores

É com pesar que a Seccional comunica o falecimento de seu ex-gestor Paulo Thompson Flores, ocorrido nesta madrugada (26). Em razão do falecimento, a Seccional do DF decreta luto oficial de três dias com bandeiras hasteadas a meio mastro.

Thompson foi conselheiro Seccional por várias gestões e, depois, vice-presidente nos mandatos de Estefânia Viveiros. Oriundo de uma família de larga tradição no mundo do direito, Flores era graduado pela Faculdade de Direito da UFRGS, em 1970. Iniciou o exercício da advocacia e a carreira docente, como professor de Direito Civil na Universidade da Região da Campanha, em Bagé-RS, e, posteriormente, no UniCEUB, atividades que manteve até pouco tempo. Especializou-se em Docência do Ensino Superior e Metodologia do Ensino Jurídico. Em 1990, ocupou o cargo de Secretário de Educação Superior do MEC, radicando-se, desde então, em Brasília.

Em 1993, assumiu a cadeira de Direito Civil no UniCEUB, onde foi Diretor da Faculdade de Direito até 2007. Membro da Comissão de Especialistas em Ensino Jurídico da SESU/MEC e da Comissão de Educação Jurídica do Conselho Federal da OAB. Autor de inúmeros textos jurídicos publicados, inclusive do livro DIREITO CIVIL – PARTE GERAL – Das Pessoas, Dos Bens e Dos fatos Jurídicos, e Advogado Sênior da Advocacia Thompson Flores.

Em nome de toda a diretoria da OAB/DF, o presidente Juliano Costa Couto presta condolências aos familiares e amigos. “A Advocacia do DF perde um de seus líderes e exemplo. Gaúcho de fortes posições, Thompson Flores sempre foi claro, objetivo e correto, seja como professor, advogado, amigo ou Pai. Grande figura humana que lutou por seus ideais. Deus conforte sua talentosa e querida família, também formada por talentosos profissionais da advocacia.”

Ibaneis Roccha, conselheiro federal e diretor da OAB nacional, lamenta profundamente a perda. “A advocacia e a docência perdem um dos seus grandes homens. Thompson Flores foi um exemplo de homem a serviço da advocacia, da família e dos amigos”, disse.

Estefânia Viveiros, membro honorário da Seccional, também destacou seu pesar pela perda do amigo com quem dirigiu a Ordem. “Paulo Thompson Flores tinha a alma da professor e  sempre foi exemplo no magistério e também reconhecido diretor do curso de Direito do UniCEUB. Tenho a gratidão por ter aberto as portas para que iniciasse o magistério no UniCEUB, sob o seu talentoso comando”, contou ao completar que “novamente juntos na campanha, Paulo Thompson Flores foi imprescindível pela sua capacidade de luta e articulação, pelo esforço e dedicação para alcançarmos a nossa vitória e dos advogados. Ele foi o artífice da vitória. Isso nos deu a primeira de muitas e muitas vitórias. É uma grande perda para todos nós e para comunidade jurídica”, enfatizou Estefânia.⁠⁠⁠⁠

O advogado Rodrigo Nazário era amigo da família e sócio durante 10 anos de Flores.  “Eu perdi um amigo querido. Estou abalado. Trabalhamos por dez anos, dia a dia, lado a lado. Brasília perde um expoente na advocacia e no mundo acadêmico perde um professor magnífico. Meu abraço fraternal emocionado e minhas condolências à Salete, ao Francisco, ao Leonardo, à Roberta e à Maria.”

O velório será realizado no Cemitério Campo da Esperança (916 sul), na Capela 7, a partir das 14h30.


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: